sicnot

Perfil

Dérbi com todos

Dérbi com todos

Dérbi com todos

Paneira vê Benfica partir "em vantagem para o dérbi"

O antigo médio do Benfica Vítor Paneira defende que os tricampeões nacionais partem "em vantagem" para o grande dérbi deste sábado com o Sporting, a contar para a 30.ª jornada da I Liga de futebol.

O deslize do FC Porto na ronda anterior deixou os encarnados com uma folga de três pontos na liderança do campeonato, pelo que o ex-internacional português assume que a equipa de Rui Vitória pode agora jogar para a vitória ou o empate no difícil embate em Alvalade.

"O Benfica parte com alguma vantagem para este dérbi, porque pode gerir dois resultados. Não acredito que o vá fazer, mas pode fazê-lo, porque tem dois resultados que lhe interessam. Espero que seja, acima de tudo, um dérbi bem jogado, por equipas que querem jogar para ganhar, que não haja problemas e que ganhe o Benfica", disse à Lusa o ex-futebolista do Benfica.

No entender do antigo jogador, evitar um desaire no reduto dos leões será um passo decisivo para alcançar a conquista do título: "Acredito que se não perder, o Benfica estará em vantagem para os quatro jogos que faltam. E se vencer jogará ainda com mais conforto".

Com um percurso de 20 dérbis disputados para o campeonato nacional, Vítor Paneira tem muitas recordações para partilhar, mas o histórico 6-3 da época 1993/94 é o seu jogo preferido frente ao Sporting "por todas as razões e mais algumas".

"Estava o título em jogo. Era o jogo decisivo e nós vencemos daquela forma que toda a gente viu, por 6-3, que foi quase a garantia de um campeonato e a prova evidente que o Benfica, apesar do verão quente desse ano, continuou a ser uma grande equipa e que chegou a Alvalade e venceu de forma categórica", relembra.

Num encontro repleto de emoções fortes e de diversas mudanças no marcador, Vítor Paneira elege como momento mais marcante a viragem definitiva a favor do Benfica, quando João Pinto assina o 3-2 e deixa os encarnados na frente ao intervalo.

"A partir daí sentimos que íamos ser campeões e que esse jogo estava de alguma forma controlado. Seria para todos nós um momento histórico. O Sporting tinha nessa altura também uma superequipa, com grandes talentos", refere, acrescentando: "Sentimos que, por ter dado a volta mais do que uma vez, dificilmente perderíamos o jogo e que iríamos decidir o campeonato".

Vítor Paneira recorda ainda que o Benfica chegou a esse dérbi desfalcado dos russos Kulkov e Iuran, por imposição da direção encarnada, e que o triunfo expressivo serviu para vingar os memoráveis 7-1 dos leões em 1986/87.

"Foi quase uma vingança daqueles 7-1 uns anos antes. Foi um prémio para nós e para o que fizemos nesse dérbi", sentencia o antigo médio ala do clube da Luz.

O Sporting, terceiro classificado, com 63 pontos, recebe este sábado, às 20:30, o Benfica, líder, com 71, num jogo da 30ª jornada da I Liga, marcado para o Estádio José Alvalade.

Lusa

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efetivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21
  • Antigos quadros da Facebook declaram-se preocupados com efeitos da rede social

    Mundo

    Alguns dos antigos quadros da empresa Facebook estão a começar a exprimir sérias dúvidas sobre a rede social que ajudaram a criar, foi noticiado. A Facebook explora "uma vulnerabilidade na psicologia humana" para criar dependência entre os seus utilizadores, afirmou o primeiro presidente da empresa, Sean Parker, num fórum público.