sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Estado Islâmico reivindica atentado de Tunes

O grupo extremista Estado Islâmico reivindicou o ataque de quarta-feira contra um museu de Tunes, em que morreram 21 pessoas, numa mensagem áudio divulgada hoje.

Expansão do Estado Islâmico, acontecimento de 2014

Expansão do Estado Islâmico, acontecimento de 2014

© STRINGER Iraq / Reuters

Na mensagem, o grupo jihadista ameaça lançar mais ataques: "O que viram foi só o princípio. Não vão ter nem segurança nem paz".

Qualificando o atentado como um "ataque bendito contra um dos focos dos infiéis na Tunísia muçulmana", a voz da gravação afirma que ele foi cometido por "dois cavaleiros do califado, Abu Zakaria al-Tounisi e Abou Anas al-Tounisi".

Os atacantes tinham "armas automáticas e granadas" e "conseguiram cercar um grupo de cidadãos dos países cruzados (...) semeando o terror no coração dos infiéis".

As autoridades tunisinas identificaram horas antes os dois autores do ataque, que acabaram por ser mortos pela polícia, como Yassin Abidi e Hatem Khachnaoui.

O ataque visou o Museu Nacional do Bardo, na capital da Tunísia, e nele morreram 21 pessoas, 20 delas turistas estrangeiros, segundo o último balanço divulgado pelo Ministério da Saúde tunisino.

Entre os estrangeiros mortos figuram cidadãos de Espanha, França, Reino Unido, Itália, Bélgica, Polónia, Japão, Austrália e Colômbia.

Lusa

  • Primeiro-ministro admite que retatório sobre Tancos possa ser "fabricado"
    2:06

    País

    O primeiro-ministro garante que o relatório divulgado pelo Expresso sobre o desaparecimento de armas em Tancos não é de nenhum organismo oficial e admite até que possa ser fabricado. Costa critica ainda o líder do PSD por ter comentado uma notícia que não confirmou. As Forças Armadas também negaram a existência de qualquer relatório sobre Tancos que o jornal reafirma existir e ser verdadeiro.

  • Maratona da democracia em Barcelona
    1:18

    Mundo

    Na Catalunha, milhares de pessoas alimentam o braço de ferro com Madrid. Em Barcelona decorre a maratona pela democracia, na Praça da Universidade. A iniciativa repete-se noutros 300 municípios da região.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.