sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Mais de 140 mortos em ataque do Estado Islâmico no Iémen

Duas mesquitas xiitas na capital do Iémen, Sanaa, e outra no norte do país foram hoje alvos de atentados suicidas. Pelo menos 142 pessoas morreram, número que pode aumentar nas próximas horas. Dos 300 feridos, muitos estão em estado grave. 

YAHYA ARHAB

YAHYA ARHAB

YAHYA ARHAB

YAHYA ARHAB

© Mohamed Al-Sayaghi / Reuters

Um grupo que garante ser o braço iemanita do Estado Islâmico já reclamou a autoria destes atentados.

Pelo menos três bombistas suícidas fizeram-se explodir em Sanaa durante as orações desta sexta-feira, em duas mesquitas frequentadas sobretudo por muçulmanos xiitas, apoiantes do grupo huthi, que controla atualmente a cidade.

O primeiro ataque visou a mesquita de Badr, no sul de Sanaa, matando o chefe religioso deste templo maometano. Segundo relatos de testemunhas, citadas pela agência France Press, quando os fiéis se precipitaram para o exterior para fugir.

A mesquita de Al-Hashahush, no norte da capital iemenita, foi o outro alvo na capital.

Entretanto, a televisão oficial dos huthis indicou que outra explosão na cidade de Saada, no norte do Iémen, elevou o número de vítimas mortais.

  • Da Al-Qaeda do Iraque ao Daesh

    Daesh

    Daesh é a mais recente denominação de um grupo radical islâmico (sunita) que pretende instituir um califado – um Estado dirigido por um único poder político e religioso regulamentado pela lei islâmica, a Sharia. Ainda limitado ao território conquistado à Síria e ao norte e oeste do Iraque, promete expandir-se e “quebrar as fronteiras” da Jordânia e do Líbano e “libertar” a Palestina. É liderado por Ibrahim Awad Ibrahim Ali al-Badri al-Samarrai, conhecido como Abu Bakr al-Baghdadi, desde 2010, altura em que se chamava Al-Qaeda do Iraque e depois Estado Islâmico do Iraque. Em abril de 2013 o nome do grupo foi alterado para Daesh - Estado Islâmico do Iraque e Levante (ISIL em português, ISIS em inglês), quando agrupou a Al-Qaeda do Iraque e um ramo dissidente do grupo sírio Frente al-Nusra, constituído para combater o Presidente sírio Bashar al-Assad. A designação Estado Islâmico é anunciada em Junho de 2014 com a instituição do autodenominado califado e al-Baghdadi é proclamado califa Ibrahim.

  • Reclusos que fugiram de Caxias tiveram cúmplices
    1:59

    País

    Uma falha de Portugal poderá explicar a libertação de um dos dois chilenos que fugiram de Caxias e foram apanhados em Espanha. As autoridades portuguesas atrasaram-se a enviar o mandado de detenção e a polícia espanhola libertou o fugitivo. Na investigação da fuga, acredita-se que os 3 reclusos tiveram cúmplices e a namorada de um deles já foi interrogada.

  • Jovem indiano acorda a caminho do próprio funeral

    Mundo

    Um jovem indiano chocou os seus parente e amigos, depois de acordar no caminho para o seu próprio funeral. No mês antes, Kumar Marewad foi levado para o hospital após ser mordido por um cão de rua, ficando em estado grave.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.