sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Interpol diz que apenas estão identificados um em cada cinco terroristas

O organismo policial internacional Interpol estima que as forças de segurança apenas têm identificados 5.600 dos 25 mil combatentes terroristas em todo o mundo, ou seja um em cada cinco.

"Temos que acabar com essa falha. Temos de enviar uma mensagem de unidade ao (grupo) Estado Islâmico para combater a sua mensagem", disse o secretário-geral da Interpol, Jürgen Stock

"Temos que acabar com essa falha. Temos de enviar uma mensagem de unidade ao (grupo) Estado Islâmico para combater a sua mensagem", disse o secretário-geral da Interpol, Jürgen Stock

© Edgar Su / Reuters (Arquivo)

"Temos que acabar com essa falha. Temos de enviar uma mensagem de unidade ao (grupo) Estado Islâmico para combater a sua mensagem. A informação é chave para a batalha policial, por isso temos de trabalhar juntos" contra esta ameaça global, disse o secretário-geral da Interpol, Jürgen Stock, numa mensagem por vídeo num encontro sobre combatentes terroristas em Sevilha, na Andaluzia, sul de Espanha.

As forças de segurança espanholas têm identificados 139 alegados 'jihadistas', dos quais 25 "retornados" de países como a Síria, e a maior parte deles na prisão. A grande maioria dos cerca de 25 mil combatentes terroristas em todo o mundo está em países como a Síria, o Iraque e o Afeganistão.

Também presente no encontro de Sevilha, o ministro do Interior espanhol, Jorge Fernández Díaz, recordou o número de detenções de 'jihadistas' em Espanha desde 11 de março de 2004, aquando do atentado terrorista na estação de Atocha, em Madrid.

Desde 2004, as polícias espanholas já detiveram 650 pessoas supostamente relacionadas com atividades terroristas 'jihadistas'. Só este ano foram detidos mais de 90, em 36 operações. Entre os detidos contam-se alegados terroristas com vínculos a redes internacionais de captação de radicais para as zonas de conflito, mas também os chamados "lobos solitários", radicais que operam à margem das redes internacionais.

"Não vamos a reboque dos acontecimentos, estamos sim a adiantar-nos na luta antiterrorista", sublinhou o ministro, reiterando ainda que Espanha se mantém no nível 4 de alerta antiterrorista (numa escala que vai até 5).

"Espanha está em risco elevado de atentado terrorista, mas a segurança absoluta e o risco zero não existem", salientou Fernández Díaz, recordando que o nível 4 de alerta está em vigor desde junho.

Sobre os recentes cancelamentos de jogos de futebol (na Bélgica e na Alemanha), o ministro afastou, para já, a possibilidade de suspender o clássico deste fim de semana, em Madrid, entre o Real Madrid e o Barcelona.

"Neste momento, não pensamos em absoluto na suspensão do jogo", disse Fernández Díaz, reiterando que faltam dados concretos para tomar essa decisão.

NVI // EL

Lusa/Fim

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.