sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Ataques de grupos extremistas no Iraque provocaram 32 mortos

Um total de 32 pessoas foram esta segunda-feira mortas no Iraque, em ataques perpetrados pelo grupo extremista Daesh na região de Bagdade, segundo fontes militares e policiais.

Pelo menos 20 pessoas foram mortas e dezenas ficaram feridas em ataques contra um café numa localidade a nordeste de Bagdade.

Pelo menos 20 pessoas foram mortas e dezenas ficaram feridas em ataques contra um café numa localidade a nordeste de Bagdade.

© Ahmed Saad / Reuters

Pelo menos 20 pessoas foram mortas e dezenas ficaram feridas em ataques contra um café numa localidade a nordeste de Bagdade, e mais 12 pessoas morreram num centro comercial da cidade.

Numa declaração divulgada na internet, o grupo 'jihadista' referiu que quatro dos seus membros efetuaram o ataque e que cerca de 90 pessoas foram mortas ou feridas.

De acordo com um responsável do Ministério do Interior do Iraque, homens armados fizeram explodir uma viatura e abriram fogo na rua, entrando a seguir no centro comercial Zahrat Bagdad, um edifício de cinto andares no bairro comercial de maioria xiita.

O EI tem reivindicado vários atentados em Bagdad contra civis xiitas, uma comunidade maioritária no Iraque.

A organização extremista controla grandes áreas do território iraquiano, a oeste e a norte de Bagdade, conquistada após uma forte ofensiva lançada em 2014.

Lusa

  • Francês detido em Antuérpia "queria matar"

    Mundo

    O Presidente de França François Hollande afirmou que o francês detido esta quinta-feira por conduzir um automóvel a grande velocidade na principal rua pedonal de Antuérpia, na Bélgica, "queria matar" ou "provocar um acontecimento dramático".

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27
  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.