sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

ONU estima que Daesh tenha 3500 escravos

O grupo radical islâmico Daesh terá uns 3500 escravos. Uma estimativa revelada esta terça-feira num relatório das Nações Unidas.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Stringer . / Reuters

Estes residentes de povoações do norte da Síria e do Iraque tomadas como parte do auto-proclamado Estado Islâmico e que ficaram à mercê dos jihadistas são sobretudo yazidis - mulheres e crianças - que os combatentes mantêm reféns e usam conforme lhes convém.
Há centenas de crianças a serem disciplinadas pela doutrina radical e treinadas pelos extremistas.
Os factos e os números que constam deste relatório sobre a ação do Daesh na área em que se movem revelam atrocidades e práticas qualificadas como "obscenas". Dão conta de uma realidadade muito violenta, com quase 19 mil mortos civis e mais de 36 mil feridos apenas no Iraque entre janeiro de 2014 e outubro de 2015.
A missão da ONU não tem dúvidas em afirmar que os combatentes do grupo islâmico radical são responsáveis por crimes de guerra e contra a humanidade e possivelmente genocídio de minorias étnicas.

  • Hoje joga Portugal (mas antes há um Uruguai-Rússia em direto na SIC)

    Mundial 2018 / O Mundial

    Começa a última jornada da fase de grupos do Mundial, com quatro jogos por dia. Às 15:00, numa partida transmitida em direto na SIC, a anfitriã Rússia e o Uruguai resolvem qual poderá ser o adversário de Portugal nos oitavos de final. Isto, dependendo claro da prestação da seleção nacional frente ao Irão, ao fim da tarde, uma vez que a qualificação não está garantida (e pode até depender do resultado do Espanha-Marrocos).

  • "É a primeira vez que vai ser testado o programa do Nuno Crato"
    0:57

    País

    Os alunos do 11º e 12º anos de escolaridade fazem hoje o exame de matemática, uma das provas mais importantes no acesso à universidade e para a conclusão do ensino obrigatório. No final do secundário, são quase 50 mil os alunos que hoje fazem a prova que acarreta algumas alterações instituídas ainda pelo ex-ministro Nuno Crato, como explicou à SIC Notícias o diretor do Liceu Camões, em Lisboa.

  • "Isto é a demagogia à solta"
    0:45

    Opinião

    Quem o diz é Luís Marques Mendes a propósito da aprovação esta semana da lei do CDS-PP que elimina o adicional do imposto sobre os combustíveis. O comentador da SIC critica a oposição por ter levado a votação uma lei inconstitucional e acusa ainda os parceiros de Governo de deslealdade. 

    Luís Marques Mendes