sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

ONU estima que Daesh tenha 3500 escravos

O grupo radical islâmico Daesh terá uns 3500 escravos. Uma estimativa revelada esta terça-feira num relatório das Nações Unidas.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Stringer . / Reuters

Estes residentes de povoações do norte da Síria e do Iraque tomadas como parte do auto-proclamado Estado Islâmico e que ficaram à mercê dos jihadistas são sobretudo yazidis - mulheres e crianças - que os combatentes mantêm reféns e usam conforme lhes convém.
Há centenas de crianças a serem disciplinadas pela doutrina radical e treinadas pelos extremistas.
Os factos e os números que constam deste relatório sobre a ação do Daesh na área em que se movem revelam atrocidades e práticas qualificadas como "obscenas". Dão conta de uma realidadade muito violenta, com quase 19 mil mortos civis e mais de 36 mil feridos apenas no Iraque entre janeiro de 2014 e outubro de 2015.
A missão da ONU não tem dúvidas em afirmar que os combatentes do grupo islâmico radical são responsáveis por crimes de guerra e contra a humanidade e possivelmente genocídio de minorias étnicas.