sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

ONU estima que Daesh tenha 3500 escravos

O grupo radical islâmico Daesh terá uns 3500 escravos. Uma estimativa revelada esta terça-feira num relatório das Nações Unidas.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Stringer . / Reuters

Estes residentes de povoações do norte da Síria e do Iraque tomadas como parte do auto-proclamado Estado Islâmico e que ficaram à mercê dos jihadistas são sobretudo yazidis - mulheres e crianças - que os combatentes mantêm reféns e usam conforme lhes convém.
Há centenas de crianças a serem disciplinadas pela doutrina radical e treinadas pelos extremistas.
Os factos e os números que constam deste relatório sobre a ação do Daesh na área em que se movem revelam atrocidades e práticas qualificadas como "obscenas". Dão conta de uma realidadade muito violenta, com quase 19 mil mortos civis e mais de 36 mil feridos apenas no Iraque entre janeiro de 2014 e outubro de 2015.
A missão da ONU não tem dúvidas em afirmar que os combatentes do grupo islâmico radical são responsáveis por crimes de guerra e contra a humanidade e possivelmente genocídio de minorias étnicas.

  • Equipa da SIC impedida de entrar na Venezuela

    País

    A SIC tinha uma equipa a caminho da Venezuela para cobrir as eleições da Assembleia Constituinte que decorrem no domingo. No entanto o jornalista Luís Garriapa e o repórter de imagem Odacir Junior foram impedidos de entrar no país. A equipa de reportagem foi barrada à chegada ao aeroporto de Caracas. Num despacho enviado à companhia aérea que os transportou, tanto o jornalista como o repórter de imagem são considerados "inadmissíveis no território da Venezuela".

  • "Fomos considerados inadmissíveis no território da Venezuela"
    4:43

    País

    O jornalista Luís Garriapa entrou em direto no Jornal da Noite, para explicar o que aconteceu esta quinta-feira, no aeroporto de Caracas. A equipa de reportagem de SIC foi impedida de entrar na Venezuela, onde ia cobrir as eleições da Assembleia Constituinte, marcadas para domingo.

  • Marcelo lembra como foi tratada a tragédia durante a ditadura
    2:25
  • Ministra admite falhas no SIRESP no presente e no passado
    2:35

    País

    A ministra da Administração Interna admitiu, esta quinta-feira, que o SIRESP falha no presente tal como já falhou no passado, quando a tutela pertencia ao Governo PSD. Os sociais-democratas quiserem ouvir Constança Urbano de Sousa na comissão parlamentar mas desta vez a ministra defendeu-se com um ataque. 

  • Uma viagem aérea pela aldeia histórica de Monsanto
    0:50
  • Quase três mil toneladas de plástico ameçam tartarugas no Mediterrâneo
    2:35

    Mundo

    O Mar Mediterrâneo está sob a ameaça de se tornar uma lixeira com três mil toneladas de plástico a flutuarem entre a Europa e África. Há milhões de turistas a nadarem nestas águas e há espécies marinhas que já estão em perigo. No Chipre, os cientistas estão a tentar proteger tartarugas, cuja alimentação já é quase totalmente de plástico.