sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Polícia espanhola apreende 20 mil uniformes para jihadistas

A polícia nacional espanhola apreendeu cerca de 20.000 uniformes e outro equipamento militar destinado aos movimentos radicais Frente al-Nusra e Daesh, que atuam na Síria e no Iraque, informou hoje o Ministério do Interior.

© Thaier Al-Sudani / Reuters

O vestuário encontrava-se em três contentores declarados como "roupa em segunda mão", nos portos de Valência e Algeciras, e "poderia equipar um exército que ficaria perfeitamente preparado para o combate", adiantou.

A descoberta dos contentores está ligada a uma operação policial realizada a 7 de fevereiro, quando foram detidas sete pessoas por suspeita de darem apoio logístico e financeiro a grupos terroristas na Síria e no Iraque.

Com esta operação, assinala o ministério, é neutralizada uma rede empresarial "muito ativa e eficaz", cujo objetivo era abastecer e fortalecer as estruturas militares do Daesh.

Os três contentores -- dois encontrados no porto de Valência e um no de Algeciras (Cádiz) -- estão ligados às empresas da rede internacional, que contava com fornecedores em todo o mundo de material tecnológico, armas e equipamento militar.

Com Lusa

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52