sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Exército sírio às portas de cidade controlada pelo Daesh

O exército da Síria chegou hoje às portas da cidade antiga de Palmira, atualmente controlada pelos extremistas do Daesh, revelou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

© Gustau Nacarino / Reuters

"As forças do regime estão agora a dois quilómetros do lado sul da cidade e a cinco quilómetros do lado oeste", disse Rami Abdel Rahmane, diretor do observatório.

Também a agência de notícias estatal Sana, que cita uma fonte do exército, revela que os soldados sírios, apoiados pelas milícias pró-governamentais das Forças de Defesa Nacional, recuperaram durante a madrugada o controlo do monte Al Hial, a partir de onde é possível avistar a cidade.

Segundo a fonte citada pela agência, os militares destruíram fortificações do Daesh que permaneciam naquela zona.

O ataque contou ainda com o apoio da força aérea da Síria, escreve a Sana.

O OSDH acrescenta que os combates prosseguem e que os soldados contam com o apoio da aviação síria e russa.

O Daesh tomou Palmira, cidade classificada como Património Mundial pela Unesco, a 20 de maio do ano passado, numa ofensiva que lhe deu o controlo de grandes áreas da província de Homs, na fronteira com o Iraque.

O grupo extremista declarou em junho de 2014 um califado na Síria e no Iraque, controlando território dos dois países.

Com Lusa

  • "A banca parece que não aprendeu nada com a bolha imobiliária de 2008"
    3:23

    Opinião

    O Governo quer limitar a venda de produtos financeiros pelos bancos. Está no parlamento uma proposta de lei que penaliza as más práticas comerciais e tenta proteger os clientes, evitando abusos e encargos excessivos e obrigando os bancos a prestarem-lhes mais informação. A proposta prevê ainda que seja dada mais formação aos funcionários. Miguel Sousa Tavares considera a decisão do Governo acertada uma vez que protege os interesses dos clientes. O comentador da SIC faz ainda referência ao ano 2008, início da crise no ramo imobiliário por "culpa dos credores".

    Miguel Sousa Tavares

  • PSP apreende 11 armas e 700 quilos de droga
    0:59

    País

    A PSP recuperou mais três das 57 pistolas Glock que foram dadas como desaparecidas da Direção Nacional da Polícia de Segurança Pública, há mais de um ano. As armas foram apreendidas na última madrugada durante uma operação de combate ao tráfico de estupefacientes. Três pessoas foram detidas. Além das três Glock que pertenciam à PSP, foram aprendidas mais 11 armas e 700 quilos de droga.

  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser "derrotada como todos os outros"

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • "Os Estados Unidos são uma sociedade de pistoleiros"
    3:47

    Opinião

    Donald Trump admite regras mais apertadas para quem compra armas, isto após o tiroteio numa escola da Florida que fez 17 mortos. Miguel Sousa Tavares defende que os Estados Unidos da América são "uma sociedade de pistoleiros" e diz que a Associação Nacional de Rifles "gasta muito dinheiro" para conseguir que as leis não sejam mudadas no Senado.

    Miguel Sousa Tavares