sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Polícia turca alerta para possíveis ataques do Daesh

A polícia turca alertou o país para a possibilidade de ataques do Daesh contra igrejas e sinagogas durante o fim de semana da Páscoa.

Uncredited

No sábado passado, um bombista suicida fez-se explodir em Istambul. O atentado resultou em quatro mortos e mais de 30 feridos, entre os quais um português, foi atribuído pelas autoridades turcas ao grupo terrorista.

  • Daesh reivindica atentados no Iémen

    Mundo

    O grupo extremista autodenominado Estado Islâmico reivindicou a autoria dos três ataques suicidas que fizeram hoje 22 mortes, no Iémen, afirmando que foi um "ataque contra uma base da coligação" árabe.

  • EUA anunciam a morte do número dois do Daesh
    1:29

    Daesh

    Os Estados Unidos anunciaram a morte Haji Imam, o número dois do Daesh e uma espécie de ministro das Finanças do grupo terrorista. O Secretário de Defesa norte-americano diz que o homem foi morto durante uma operação militar.

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.