sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Ataque surpresa do Daesh na Síria deixa milhares de pessoas encurraladas

Um ataque surpresa do Daesh deixou encurraladas milhares de pessoas assustadas na fronteira síria com a Turquia, indicaram hoje os Médicos Sem Fronteiras (MSF), alertando que a situação é "insustentável".

(arquivo)

(arquivo)

O coordenador regional da organização humanitária Médicos Sem Fronteiras (MSF), Pablo Marco, disse que estão a aumentar as preocupações de um elevado número de civis que se encontram a menos de cinco quilómetros dos jihadistas do Daesh, que avançam na sua direção.

"Estamos a falar de cerca de 100.000 pessoas que estão sem saída, a poucos quilómetros do Daesh. Estão aterradas, não têm para onde ir", disse Marco numa entrevista por telefone à agência de notícias francesa AFP.

O Daesh avançou na sexta-feira sobre os últimos bastiões rebeldes de Marea e Azaz, na província de Alepo, obrigando milhares a fugir em direção à fronteira norte.

Mas a Turquia manteve a fronteira fechada, deixando os civis encurralados entre a violenta linha da frente do Daesh a leste, a fronteira encerrada a norte, e o cantão autónomo curdo de Afrin a oeste.

"Estas pessoas estão agora confinadas a uma pequena área de quatro por sete quilómetros", precisou Marco.

"A situação desta população é absolutamente insustentável e inaceitável", observou.

As Nações Unidas indicaram que os combates encurralaram até 165.000 civis entre Azaz e a fronteira turca encerrada.

O responsável da MSF disse que muitos dos que estavam a fugir à ofensiva do Daesh nos últimos dias já tinham sido deslocados duas ou três vezes de outros pontos da província.

"Podemos imaginar quão difícil está a ser para eles", comentou.

Mais de metade da população da Síria viu-se obrigada a abandonar a casa desde que o conflito eclodiu, em 2011, tendo quase cinco milhões procurado refúgio nos países vizinhos.

Segundo uma estimativa, cerca de 6.000 pessoas terão escapado aos combates em Marea fugindo em direção à fronteira ou para ocidente, para a região curda de Afrin.

Mas com recursos limitados, as autoridades curdas não poderão acolher um número tão elevado de deslocados, referiu Marco.

Perante o agravamento da situação, o coordenador regional da MSF apelou às autoridades turcas para proporcionarem um refúgio seguro àqueles que fogem ao rápido avanço dos jihadistas do Daesh.

"Sabemos que as autoridades turcas estão muito preocupadas com a situação. Fizeram grandes esforços, como sabem, mas a situação é tão má que justifica a abertura da fronteira", declarou.

Mas apelou também à União Europeia "para fazer a sua parte" para, por um lado, apoiar a Turquia e, por outro, acolher mais refugiados sírios que fogem à violência no país natal.

"Todos os atores envolvidos precisam de encontrar uma solução. Isto é mesmo uma vergonha", concluiu.

Lusa

  • "Só tive tempo de avisar o meu sogro e o meu marido e disse: corram!"
    2:17
  • Drone inglês evita execução do Daesh na Síria
    2:08

    Mundo

    A Força Aérea britânica divulgou esta terça-feira um vídeo que mostra um drone a parar uma execução pública que estaria prestes a acontecer às mãos do Daesh, na Síria. As imagens, apesar de cortadas pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, mostram várias pessoas na rua, uma explosão e, depois, a fuga.

  • "Atrás das Câmaras" em Fátima
    2:48
  • Como fazer negócios no mercado dos leilões
    7:15
  • PS quer reconquistar poder em Vila Viçosa
    2:06

    Autárquicas 2017

    Ana Catarina Mendes insistiu na ideia de que o PSD escolheu um modo perigoso de fazer campanha, ao insistir nas críticas à lei da imigração. Ana Catarina Mendes, secretária-geral adjunta do PS, esteve esta quarta-feira em campanha no distrito de Évora.

  • Troca de argumentos entre Medina e Cristas marca campanha em Lisboa
    2:34

    Autárquicas 2017

    Esta quarta-feira o dia de campanha em Lisboa ficou marcado por uma troca de argumentos entre Fernando Medina e Assunção Cristas. O atual presidente da Câmara acusa a candidata do CDS de não respeitar os lisboetas por admitir que pode não exercer o cargo de vereadora até ao fim do mandato. Já Assunção Cristas garante que se for eleita cumpre o mandato até ao fim.

  • "Não toleramos ameaças de ninguém"
    2:13
  • Número de tartarugas marinhas está a aumentar

    Mundo

    O número de tartarugas marinhas está a crescer, levando investigadores a considerar que os esforços para salvar estes animais são uma "história de sucesso da conservação global", indica um estudo divulgado esta quarta-feira.

  • Tubarões vivem mais tempo do que se pensava

    Mundo

    Uma revisão de dados sobre avaliação da idade dos tubarões revela que muitas espécies têm maior longevidade do que se pensava, o que poderá obrigar a uma revisão dos planos de conservação das mais ameaçadas.

  • Como mudar um templo com 135 anos e 2 mil toneladas... de lugar

    Mundo

    Um templo budista do século XIX é um dos mais populares em Xangai, na China. Visitado diariamente por milhares de pessoas, precisava de ser relocalizado para evitar que uma tragédia acontecesse. E mesmo pesando cerca de duas mil toneladas, a missão acabou por se provar possível.

  • Casal morre com horas de diferença depois de 75 anos de casamento

    Mundo

    George e Jean Spear morreram no passado dia 15 de setembro, no hospital de Queensway Carleton, em Ottawa (Canadá), depois de terem celebrado 75 anos de casamento em agosto. A britânica de 94 anos conheceu o candaniano em 1941, num salão de bailes, em Londres. George Spear servia as Forças Armadas durante a Segunda Guerra Mundial.

    SIC