sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

NATO apoia luta contra o Daesh e migrações ilegais

A NATO vai dar luz verde às contribuições logísticas para a luta contra o grupo extremista Daesh e o tráfico de migrantes a partir da Líbia, anunciou hoje o secretário-geral da aliança, Jens Stoltenberg.

Uma jornalista corre com um rebelde para evitar os snipers do Daesh, em Alepo na Síria. (outubro de 2014)

Uma jornalista corre com um rebelde para evitar os snipers do Daesh, em Alepo na Síria. (outubro de 2014)

© Jalal Al-mamo / Reuters

A primeira medida consiste em utilizar os 'Awacs', aviões de vigilância da NATO, nas regiões acima da Turquia e do Mediterrâneo, formando assim um arco em redor do Iraque, da Síria e da Líbia.

"Decidimos que os aviões Awacs da NATO vão fornecer informações à coligação para lutar contra o Estado Islâmico", declarou Stoltenberg ao apresentar o programa da cimeira de Chefes de Estado e de Governo, que se realiza dia 8 de julho, em Varsóvia.

Washington pediu, inicialmente, que os Awacs da Aliança Atlântica fossem postos à disposição da coligação para formarem centros de comandos. Estes aparelhos têm radares potentes que permitem observar a atividade aérea numa extensão de centenas de quilómetros.

Os Awacs têm como única função partilhar informações com a coligação, pelo que as aeronaves aliadas irão funcionar apenas a partir do território da aliança, sem invadir o espaço aéreo iraquiano ou sírio.

A NATO coopera também com a União Europeia, no espaço do mar Egeu, na luta contra a imigração ilegal. Esta organização colocou vários navios ao largo da costa da Turquia e partilha informações, em tempo real, com a defesa grega e a defesa turca.

Lusa

  • 120 mortos em atentados do Daesh em Bagdade
    1:45

    Mundo

    120 pessoas morreram e centenas ficaram feridas em dois atentados em Bagdade, este sábado. O Daesh já reivindicou os ataques dizendo que o alvo principal foi a população shiita. O primeiro-ministro iraquiano foi vaiado quando visitou um dos alvos do ataque na capital iraquiana.

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.