sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Daesh divulga vídeo com suposto autor de ataque na Alemanha

O grupo extremista Daesh divulgou hoje um vídeo em que alegadamente surge o autor do ataque num comboio alemão na segunda-feira, afirmando que iria perseguir o que chama de países infiéis.

Com legendas em árabe, o vídeo supostamente mostra o afegão de 17 anos que na segunda-feira atacou com um machado os passageiros de um comboio regional, causando 11 feridos.

Nas imagens difundidas pela agência Amaq, ligada ao grupo extremista, "Mohammed Riyadh", de faca na mão, ameaça que vai levar a cabo uma operação na Alemanha e declara-se "soldado do califado".

"Vou degolar-vos com esta faca e cortar-vos o pescoço com machados", declara o homem no vídeo, cuja autenticidade ainda não foi comprovada.

O Daesh tinha afirmado hoje que o afegão, abatido a tiro pela polícia, era um dos combatentes do grupo extremista.

Um desenho de uma bandeira do grupo extremista foi encontrado no quarto do cidadão afegão, disse hoje o ministro do Interior alemão.

O ministro disse ao canal de televisão pública ZDF que, além do desenho da bandeira do Daesh, o jovem afegão gritou "Allhah Akbar" quando atacava os passageiros do comboio regional em Wuerzburg, na Baviera, com um machado e uma faca.


Lusa

  • Daesh diz que ataque a comboio é resposta à ofensiva contra o grupo
    1:53

    Daesh

    O Daesh já reivindicou o ataque de ontem à noite num comboio, na Alemanha. Um afegão de 17 anos atacou vários passageiros com uma faca e um machado, antes de fugir do comboio. O atacante acabou por ser abatido pela polícia, enquanto tentava fugir do local do crime. O Daesh disse que o ataque foi uma resposta à ofensiva contra o grupo extremista no Iraque e na Síria. Cinco pessoas ficaram feridas com gravidade e mais de uma dezena recebeu assistência em estado de choque.

  • Mais de 1600 ações de fiscalizações a IPSS em dois anos
    1:05

    Expresso da Meia Noite

    Nos últimos dois anos, o Estado efetuou mais de 1600 ações de fiscalização a Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) das quais resultaram mais de 70 destituições e 80 participações ao Ministério Público (MP). Os números foram avançados pela secretária de Estado da Segurança Social, Cláudia Joaquim, no programa Expresso da Meia-noite, na SIC Notícias.

  • Bombeiro ferido nos fogos de Pedrógão Grande regressou a casa
    2:33

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Seis meses depois dos incêndios de Pedrógão Grande, regressou a casa o último dos bombeiros de Castanheira de Pera que estava internado desde junho. Rui Rosinha esteve em coma mais de dois meses e tem ainda pela frente uma longa recuperação. O bombeiro não quer que o país esqueça o que aconteceu e espera que as duas tragédias deste ano (fogos de junho e outubro) sirvam de lição para o futuro.

  • Pedrógão Grande, seis meses depois - documentário Expresso
    0:29
  • Frio no fim de semana, regiões do interior podem chegar aos -5 °C
    1:23
  • Ilhas Selvagens são um tesouro no Atlântico que é preciso preservar
    2:33