sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Obama quer combater o Daesh "agressivamente e em todas as frentes"

O Presidente norte-americano, Barack Obama, prometeu que os Estados Unidos vão continuar a combater o Daesh "agressivamente e em todas as frentes".

Barack Obama reconheceu que a pressão acentuada contra o grupo extremista no Iraque e na Síria incitou o grupo terrorista a multiplicar os ataques não só naqueles dois países, como em França ou nos Estados Unidos e na Turquia.

A ameaça de ataques nos Estados Unidos "é séria. Nós levamos isso a sério", afirmou Barack Obama, em conferência de imprensa no Pentágono, antes de iniciar férias.

Na conferência de imprensa, Barack Obama sublinhou repetidamente que o Daesh não pretende realizar "ataques espetaculares como o de 11 de setembro", porque percebeu que consegue atrair a atenção com ataques em menor escala, com armas de pequeno calibre ou com um camião, como "aconteceu em Nice, em França".

"A hipótese de um ato isolado ou de uma pequena célula cometer um ataque fatal é real", insistiu.

Mas, assegurou, o Presidente norte-americano, o "grupo extremista não pode derrotar os Estados Unidos, nem os parceiros aliados da NATO (Aliança do Tratado do Atlântico Norte).

Barack Obama disse não ter dúvidas de que o Daesh vai perder o controlo dos seus grandes bastiões na Síria e no Iraque, mas não especificou quando.

O Presidente norte-americano sublinhou que os esforços militares contra os extremistas devem juntar-se aos esforços políticos, humanitários e diplomáticos.

Barack Obama considerou vital acabar com a presença daquele grupo extremista na Síria e no Iraque para acabar com a propaganda de que um califado está a nascer e com o recrutamento de combatentes.

O chefe de Estado norte-americano criticou também a Rússia pelas suas ações militares na Síria, em apoio ao regime de Bashar al-Assad, e exortou Moscovo a cooperar com Washington para encontrar uma saída para a crise.

"Os Estados Unidos estão prontos para trabalhar com a Rússia para tentar reduzir a violência e consolidar os esforços contra os grupos Estados Islâmico e Al-Qaeda, mas a Rússia não tomou as medidas que se impõem", lamentou Barack Obama.

Na conferência de imprensa, Barack Obama pediu à Rússia para mostrar a sua "seriedade na procura de uma solução para a guerra que assola a Síria".

Lusa

  • Sporting de Braga afastado da Liga Europa

    Liga Europa

    O Sporting de Braga derrotou esta quinta-feira o Marselha, em Braga, por 1-0, na segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa. Um triunfo insuficiente para o apuramento, depois do desaire da equipa minhota em França (3-0).

  • Sporting nos oitavos de final da Liga Europa

    Liga Europa

    O Sporting garantiu esta quinta-feira o apuramento para os oitavos de final da Liga Europa, ao empatar frente ao Astana, em Alvalade, a três golos, na segunda mão dos 16 avos de final, depois de ter triunfado no Cazaquistão por 3-1. Veja ou reveja todos os golos do encontro.

  • Os 36 golos dos 16 avos da Liga Europa

    Liga Europa

    A jornada europeia ficou marcada, no panorama das equipas portuguesas, pelo apuramento do Sporting e pela eliminação do Sporting de Braga. Os leões passam assim a ser o único clube luso em prova na Liga Europa. Nos oitavos de final, o emblema de Alvalade pode encontrar adversários como o Arsenal, o Atlético de Madrid ou o AC Milan. O sorteio realiza-se esta sexta-feira, ao meio-dia. Aqui, veja ou reveja todos os golos da segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa.

  • "O dia a dia na Síria também é lutar por um pão"
    10:13

    Mundo

    Desde domingo que os bombardeamentos do regime sírio a Ghouta já fizeram mais de 400 mortos. Ghouta é o último reduto rebelde nos arredores da capital da síria, onde as forças fiéis a Bashar Al Assad iniciaram no domingo uma intervenção militar de larga escala. Cândida Pinto, editora de Internacional da SIC, e a psicóloga Maria Palha, que já esteve na Síria ao serviço dos Médicos Sem Fronteiras, estiveram na Edição da Noite da SIC Notícias para falar sobre o assunto.

  • Jane Seymour posa para a Playboy aos 67 anos

    Cultura

    Esta é a terceira vez que a atriz inglesa de 67 anos participa numa sessão fotográfica para a revista Playboy. Jane Seymour aproveitou a oportunidade para se juntar ao movimento #MeToo e falar sobre as agressões sexuais que sofreu às mãos de um produtor, em 1972.

  • O estranho caso do mergulhador Alejandro Ramos

    Mundo

    O mergulhador Alejandro Ramos tornou-se num caso de investigação do Centro Médico Naval do Peru, depois do seu corpo ter começado a inchar sem qualquer explicação aparente. Isto aconteceu há quatro anos, minutos depois de ter emergido da água, onde tinha estado a trabalhar durante muitas horas.

    SIC

  • Não dá mais, Brasil!
    18:00
  • Proposta de um cessar-fogo na Síria sem acordo

    Mundo

    O embaixador da Rússia junto das Nações Unidas afirmou esta quinta-feira que os 15 membros do Conselho de Segurança não alcançaram um acordo para aprovar um cessar-fogo de 30 dias na Síria, proposta negociada há mais de duas semanas.

  • Sírios a viver na Turquia manifestam-se contra bombardeamentos em Ghouta
    0:27

    Mundo

    Centenas de sírios a viver na Turquia manifestaram-se esta quinta-feira junto ao Consulado em Istambul. Exigem o fim dos bombardeamentos em Ghouda Oriental, onde cerca de 400 mil pessoas vivem um pesadelo, com a presença de rebeldes contra o regime de Bashar al-Assad e os constantes ataques aéreos por parte de militares sírios.