sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Jovem detida em França por ligações ao Daesh

Uma adolescente, com 16 anos, que disse estar pronta para cometer um ataque em França, foi acusada e colocada em prisão preventiva, afirmou fonte judicial.

A menor foi acusada de "associação criminoso e ligação a grupo terrorista" e de "incitamento à prática de atos terroristas através da Internet", disse a mesma fonte.

"Muito radicalizada", a jovem era administradora de um grupo de mensagens criptografadas para "transmitir mensagens de propaganda do grupo extremista Estado Islâmico", tendo feito apelos para a realização de um ataque e manifestado a sua disponibilidade para tomar medidas, explicou a fonte judicial.

A jovem, que não tinha antecedentes criminais, foi detida quinta-feira no âmbito de uma operação antiterrorista em Melun, perto de Paris.

A polícia não encontrou nem armas, nem explosivos na residência da jovem.

Lusa

  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • "Não se pode voltar atrás, o povo de Deus confirmou a necessidade deste Papa"
    3:15
  • Dois em cada três portugueses vivem vidas sedentárias

    País

    Com menos de hora e meia de exercício semanal, mais de dois terços dos portugueses vivem vidas sedentárias. E a maioria desvaloriza a importância da atividade física, segundo um inquérito divulgado esta quinta-feira pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Primeira dama chinesa defende avanços na igualdade

    Mundo

    A primeira dama chinesa, Peng Liyuan, defendeu os avanços da China em matéria de igualdade dos géneros. Uma rara entrevista, difundida numa altura em que feministas chinesas asseguram serem controladas pela polícia face às suas campanhas.