sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Daesh reivindica atentados em zonas controladas pelas forças curdas na Síria

© Reuters

O grupo terrorista autodenominado Estado Islâmico (EI) reivindicou hoje dois atentados em zonas controladas pelas forças curdas no nordeste da Síria, informa a agência noticiosa Amaq, vinculada aos extremistas.

"Uma operação de martírio com um carro armadilhado no bairro de Masaken na cidade de Al Hasaka causou a morte e feriu cerca de quinze seguidores das unidades curdas", escreve a Amaq, citada pela agência EFE.

Numa outra nota, a agência ligada aos extremistas refere que há sete mortos e feridos das forças curdas na localidade de Al Qameshli, controlada pelos curdos e no nordeste sírio.

Segundo a televisão oficial síria, pelo menos oito pessoas morreram quando uma motocicleta bomba explodiu no centro de Al Hasaka.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos indicou que este ataque foi cometido com uma motocicleta carregada de explosivos e acrescentou que ocorreu na rotunda de Marshu, onde, segundo a mesma fonte, cinco pessoas morreram, entre as quais três membros das "Asayish", forças de segurança curdas.

O diretor do Observatório, Rami Abderrahman, explicou à Efe que este ataque ocorreu numa zona controlada pelos curdos em Al Hasaka, cidade que está dividida entre bairros dominados pelo regime e outros controlados pelas autoridades curdas.

Uma outra explosão em Al Qameshli, na província de Al Hasaka, só provocou danos materiais, acrescentou o Observatório.

Além destas explosões em zonas dominadas pelos curdos, também houve hoje ataques em áreas controladas pelo Governo sírio, como Tartus, Homs e nos arredores de Damasco.

Estas últimas explosões, que fizeram mais de 30 mortos, não foram reivindicadas até ao momento.

Lusa

  • Enfermeiros especialistas em saúde materna retomam protesto 

    País

    Os enfermeiros especialistas em saúde materna e obstetrícia voltam quinta-feira de manhã a interromper as funções especializadas, o que pode afetar blocos de parto e maternidades. Queixam-se de "falta de resposta política adequada" e "ausência de acordos sérios".

  • Cristas vaiada em bairro de Chelas
    1:44

    Autárquicas 2017

    Assunção Cristas promete mudanças na Gebalis, a empresa municipal que gere os bairros sociais em Lisboa. Esta manhã, a candidata do CDS à câmara visitou um bairro de Chelas, onde foi vaiada por alguns populares.

  • Prestação da casa aumenta pela primeira vez desde 2014
    1:17

    Economia

    Pela primeira vez em três anos, as taxas de juro do crédito à habitação, estão a subir. A subida é de apenas 1 euro, mas é a primeira desde 2014, depois de em maio deste ano ter estabilizado e em junho ter descido. A justificação para este aumento é a evolução das taxas euribor.

  • "Em vez de ajudarem, estavam a tirar fotos dela a morrer"
    1:13