sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Polícia espanhola detém dois suspeitos de ligações ao Daesh

Um marroquino que terá tentado viajar para a Síria para se juntar ao Daesh e um outro que o ajudou foram detidos pela polícia em Valladolid e Murcia, anunciou hoje o Ministério do Interior espanhol.

Um dos homens detidos na sequência de uma operação policial tinha decidido integrar as fileiras de combatentes do Daesh (acrónimo árabe do grupo extremista Estado Islâmico) na Síria, acedendo aos conteúdos propagandísticos e ideológicos que o movimento extremista difunde "através do seu potente aparelho de publicidade e comunicação" através da Internet.

Segundo a nota do Ministério do Interior espanhol, esse detido "passou pelas fases de compromisso com o ideário terrorista, doutrinamento e recrutamento e, posteriormente, acedeu à fase seguinte, que era a sua integração no Daesh".

Para o efeito, refere a mesma nota oficial, "deslocou-se até à fronteira da Síria, onde devia contactar um membro da organização que o levaria para a zona de conflito para o treinar no manuseamento de armas e explosivos e fá-lo-ia depois regressar à Europa com o objetivo de praticar atos terroristas".

Contudo, a polícia turca deteve-o na fronteira e, "uma vez em liberdade, voltou a Espanha, onde continuou com o seu firme propósito de se integrar como combatente nas fileiras da organização", explica o mesmo comunicado.

O segundo detido foi "a pessoa de confiança que o ajudou nos preparativos para viajar para a zona de conflito e o protegeu após a sua detenção e regresso a Espanha", segundo o ministério.

Lusa

  • Negócios do fogo
    22:00

    Reportagem Especial

    Todos os anos, o Estado gasta centenas de milhões de euros para financiar os meios de combate aos incêndios. A reportagem especial da SIC denuncia falta de rigor e clareza em muitos dos negócios.

  • Porque têm as tempestades nomes?
    0:49

    País

    As tempestades passaram a ter um nome, partilhado pelos serviços de meteorologia de Portugal, França e Espanha. Nuno Moreira, chefe de divisão de previsão meteorológica do IPMA, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias para explicar que este método é também uma forma de sinalizar a dimensão das tempestades.

  • "Não podemos gastar o dinheiro e depois os filhos e os netos é que pagam"
    2:05

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, o reembolso antecipado ao FMI. O comentador da SIC defendeu que seria mais vantajoso se Portugal reembolsasse mais depressa, antes da subida das taxas de juro. Miguel Sousa Tavares considerou ainda que o reembolso da dívida é uma boa notícia, pois seria "desleal" deixar a dívida para "os filhos e os netos" pagarem.

    Miguel Sousa Tavares

  • Os efeitos da tempestade Ana em Portugal
    1:43
  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59

    Mundo

    A tempestade Ana não causou apenas estragos em Portugal, mas também na Galiza, com a queda de árvores e cheias nas zonas ribeirinhas. No norte da Europa, as baixas temperaturas provocaram fortes nevões e paralisaram a Grã-Bretanha, com voos cancelados, escolas fechadas e estradas cortadas.