sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Trump diz que operação contra o Daesh está "a progredir"

O Presidente norte-americano, Donald Trump, afirmou esta segunda-feira que a operação contra o grupo radical Estado Islâmico (EI) está "a progredir", num encontro com o primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, na Casa Branca.

No encontro do 14.º aniversário da invasão dos Estados Unidos, Trump questionou se os Estados Unidos deveriam ter retirado as tropas do Iraque.

"Não deveríamos ter saído. Iremos encontrar uma solução, quero dizer que temos de nos livrar do DAESH, no acrónimo em árabe", afirmou, depois de anteriormente ter apoiado a saída.

As autoridades iraquianas lançaram um ofensiva em outubro para retomar o norte da cidade de Mosul das mãos do grupo EI com o apoio de ataques aéreos da coligação liderada pelos Estados Unidos.

Lusa

  • Correspondente da SIC esteve na frente de combate em Mossul
    5:34

    Mundo

    O primeiro-ministro do Iraque diz que a libertação de Mossul, a segunda cidade mais importante do país, é apenas uma questão de dias. Contudo, os militares no terreno não estão tão certos disso. O correspondente da SIC no Médio Oriente Henrique Cymerman esteve nos últimos dias na frente de combate, onde a coligação internacional liderada pelos Estados Unidos da América tenta reconquistar o que ainda está nas mãos Daesh.

  • Polícias iraquianos capturados pelo Daesh
    1:35

    Daesh

    Os confrontos entre as forças iraquianas e o Daesh para reconquistar Mossul estão a subir de tom. O grupo terrorista capturou esta segunda-feira nove polícias iraquianos durante a batalha que já dura há quase um ano e meio.

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Santana Lopes rejeita responsabilidades nas falhas do SIRESP
    1:21

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Sobre o relatório do SIRESP, António Vitorino diz que há neste momento um passa culpas entre entidades que só vai contribuir para aumentar o receio das populações perante os incêndios. Pedro Santana Lopes, que era primeiro-ministro quando foi assinado o contrato da rede de comunicações, diz que não sente responsabilidades e defende que o importante é perceber o que há de errado com o SIRESP.

  • Chef russo aconselha bife tártaro aos jogadores portugueses
    1:29