sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

1.500 jihadistas permanecem entrincheirados no oeste de Mossul

Cerca de 1.500 combatentes iraquianos e estrangeiros do Daesh resistem nas zonas que ainda controlam no oeste da cidade de Mossul (norte), anunciou esta quarta-feira o chefe das forças de Resposta Rápida que operam na área.

Zamer al-Huseini precisou que os 'jihadistas' estão cercados por forças governamentais, que já rejeitaram qualquer hipótese de negociação.

"Ninguém vai sair vivo deste circo", assegurou al-Huseini, que chefia as unidades de elite que constituem a guarda avançada no combate ao Daesh nesta cidade, juntamente com a polícia federal iraquiana.

Os jihadistas estão a opor uma forte resistência e hoje colocaram 30 viaturas armadilhadas no bairro de Al Haramat e nos arredores do bairro 17 Timuz para impedir o avanço das forças inimigas, segundo al-Huseini.

Por seu turno, o comandante da polícia federal, general Raid Shaker Yaudat, disse que as suas unidades continuam a progredir na zona de Al Haramat e estão perto do bairro Al Iqtisadiyin, a norte da cidade velha de Mossul.

Yaudat acrescentou que as forças policiais cercaram os combatentes, que estão entrincheirados na zona antiga de Mossul, um dos últimos redutos do Daesh na cidade.

Por sua vez, Abdelamir Rashid Yarala, chefe das operações do Exército iraquiano na província de Nínive - com capital em Mossul - anunciou em comunicado que as forças iraquianas controlam 37 bairros do oeste de Mossul e mataram "1.321 terroristas" desde o início da ofensiva sobre esta zona da cidade em 19 de fevereiro.

Acrescentou ainda que as tropas também ocuparam 13 edifícios vitais, incluindo a central elétrica de Al Yarmuk, a principal da urbe, e a prisão de Badush.

As forças iraquianas, que desencadearam a ofensiva sobre Mossul no início do outono passado com apoio norte-americano, assumiram o controlo da metade leste da cidade em finais de janeiro, e desencadearam a operação em direção à zona oeste em fevereiro.

Lusa

  • Cinco anos para reerguer Mossul
    1:43

    Mundo

    A reconstrução da cidade iraquiana de Mossul vai levar pelo menos cinco anos. Para além disso, serão necessários muitos milhões de dólares para as obras. Aos poucos, parte da cidade tenta retomar à normalidade, mas a prioridade vai para a segurança e reabastecimentos.

  • Bernardo Silva no Manchester City

    Desporto

    O internacional português Bernardo Silva é o mais recente reforço do Manchester City, equipa inglesa treinada por Pep Guardiola, num contrato válido por cinco temporadas.

  • Sérgio Conceição no radar do FC Porto

    Desporto

    O treinador português e os seus representantes têm marcada para esta sexta-feira uma reunião decisiva com o FC Porto. Sérgio Conceição poderá ser o sucessor de Nuno Espírito Santo no comando técnico dos dragões.

  • Madonna despede-se: "Glorioso! Lisboa, diverti-me imenso!

    Cultura

    "Glorioso! Lisboa, diverti-me imenso! Mal posso esperar para voltar um dia e descobrir todos os teus segredos." Foi com estas palavras que Madonna se terá despedido esta sexta-feira de Portugal. Juntamente com a mensagem, a cantora publicou ainda uma fotografia no Estádio do Benfica.

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • EUA testam sistema de defesa antimíssil

    Mundo

    Os Estados Unidos realizam na próxima semana um teste ao seu sistema de defesa antimíssil que, pela primeira vez, terá em consideração uma eventual ameaça de um míssil balístico intercontinental, ação que terá em mente as recentes ameaças norte-coreanas.

  • Cão interrompe jornal em direto
    1:00

    Pequenas grandes histórias

    Aconteceu na Rússia, na estação de televisão Mir24 TV. A pivô, Ilona Linarte, viveu um momento insólito, no estúdio, quando apresentava o jornal. Um cão de raça labrador preto apareceu atrás dela aos saltos. A pivô foi apanhada de surpresa e reagiu com humor.