sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

1.500 jihadistas permanecem entrincheirados no oeste de Mossul

Cerca de 1.500 combatentes iraquianos e estrangeiros do Daesh resistem nas zonas que ainda controlam no oeste da cidade de Mossul (norte), anunciou esta quarta-feira o chefe das forças de Resposta Rápida que operam na área.

Zamer al-Huseini precisou que os 'jihadistas' estão cercados por forças governamentais, que já rejeitaram qualquer hipótese de negociação.

"Ninguém vai sair vivo deste circo", assegurou al-Huseini, que chefia as unidades de elite que constituem a guarda avançada no combate ao Daesh nesta cidade, juntamente com a polícia federal iraquiana.

Os jihadistas estão a opor uma forte resistência e hoje colocaram 30 viaturas armadilhadas no bairro de Al Haramat e nos arredores do bairro 17 Timuz para impedir o avanço das forças inimigas, segundo al-Huseini.

Por seu turno, o comandante da polícia federal, general Raid Shaker Yaudat, disse que as suas unidades continuam a progredir na zona de Al Haramat e estão perto do bairro Al Iqtisadiyin, a norte da cidade velha de Mossul.

Yaudat acrescentou que as forças policiais cercaram os combatentes, que estão entrincheirados na zona antiga de Mossul, um dos últimos redutos do Daesh na cidade.

Por sua vez, Abdelamir Rashid Yarala, chefe das operações do Exército iraquiano na província de Nínive - com capital em Mossul - anunciou em comunicado que as forças iraquianas controlam 37 bairros do oeste de Mossul e mataram "1.321 terroristas" desde o início da ofensiva sobre esta zona da cidade em 19 de fevereiro.

Acrescentou ainda que as tropas também ocuparam 13 edifícios vitais, incluindo a central elétrica de Al Yarmuk, a principal da urbe, e a prisão de Badush.

As forças iraquianas, que desencadearam a ofensiva sobre Mossul no início do outono passado com apoio norte-americano, assumiram o controlo da metade leste da cidade em finais de janeiro, e desencadearam a operação em direção à zona oeste em fevereiro.

Lusa

  • Cinco anos para reerguer Mossul
    1:43

    Mundo

    A reconstrução da cidade iraquiana de Mossul vai levar pelo menos cinco anos. Para além disso, serão necessários muitos milhões de dólares para as obras. Aos poucos, parte da cidade tenta retomar à normalidade, mas a prioridade vai para a segurança e reabastecimentos.

  • Constitucional chumba algumas normas da lei de barrigas de aluguer

    País

    O Tribunal Constitucional chumbou algumas normas do acórdão sobre as barrigas de aluguer. De acordo com o Expresso, a decisão já foi comunicada à Assembleia da República. A obrigatoriedade da regulamentação da lei ser feita pelo Parlamento e não pelo Governo terá sido unânime.

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • A história do bebé que continua a lutar pela vida depois do tribunal ter desligado as máquinas

    Mundo

    Alfie Evans sofre de uma doença cerebral degenerativa. A sua condição levou o caso à justiça e, depois de uma batalha judicial entre os pais e o hospital, os juízes determinaram que as máquinas do suporte artificial de vida fossem desligadas. Apesar de os aparelhos terem sido desligados na segunda-feira à noite, segundo os pais, a criança de 23 meses continua a lutar pela vida, respirando sozinha.

    SIC

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17
  • O recado de Donald Trump à Coreia do Norte 

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, exortou Pyongyang a eliminar todo o seu arsenal nuclear, precisando o que queria dizer exatamente ao apelar para a "desnuclearização" do regime totalitário, antes de uma aguardada cimeira com o líder norte-coreano.

  • Pato em excesso de velocidade faz disparar radar numa estrada suíça
    1:31