sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Trump manda cercar e eliminar jihadistas do Daesh

Kevin Lamarque

O Presidente norte-americano, Donald Trump, mudou a estratégia de combate contra os extremistas do Daesh e ordenou que todas as zonas controladas pelo grupo sejam cercadas e que os respetivos operacionais sejam eliminados, foi divulgado esta sexta-feira.

A decisão presidencial foi divulgada pelo secretário da Defesa norte-americano, James Mattis, numa conferência de imprensa no Pentágono (sede do Departamento de Defesa).

Nas mesmas declarações, Mattis referiu que a nova estratégia pretende que os jihadistas não consigam sair das áreas que controlam e que fiquem confinados a estas zonas.

Consequentemente, segundo o representante, a sua ameaça será eliminada.

Junto a outros altos funcionários americanos, como o enviado especial dos Estados Unidos na coligação que luta contra o Daesh no Iraque e na Síria Brett McGurk, o secretário da Defesa norte-americano reforçou que esta "mudança tática" aposta no cerco das posições jihadistas.

A nova estratégia vai afetar as operações na Síria e no Iraque, mas também em outros países que registam a presença de jihadistas, como a Líbia e o Afeganistão.

A nova abordagem tática também abrange os estrangeiros que integram as fileiras do Daesh, que não podem fugir e regressar aos respetivos países.

"Os combatentes estrangeiros são uma ameaça estratégica", prosseguiu Mattis, acrescentando ser necessário eliminar tais operacionais para que não consigam deslocar-se para outros territórios e colocar em perigo outros países.

O chefe do Pentágono salientou que as regras de combate não vão mudar e que os Estados Unidos vão continuar a tentar minimizar, o mais possível, o número de vítimas civis nos bombardeamentos aéreos e nas operações de apoio às forças locais na Síria e no Iraque.

Este anúncio acontece na véspera do início da primeira viagem internacional de Donald Trump como Presidente dos Estados Unidos que vai passar pela Arábia Saudita, Israel e Europa, onde a luta contra o terrorismo e o extremismo será um tema central, especialmente em Riade e na cimeira da NATO em Bruxelas.

Lusa

  • Morreu Roger Moore

    Cultura

    O ator britânico Roger Moore, conhecido pelos filmes de James Bond e a série "O Santo", morreu hoje, na Suíça, na sequência de um cancro. Tinha 89 anos.

  • Dois em cada três idosos em Portugal são sedentários

    País

    É a camada da população mais inativa e com comportamentos que revelam um estilo de vida menos saudável, segundo um estudo divulgado hoje, que analisou os dados de mais de 10.600 portugueses representativos da população, entre os quais mais de 2.300 pessoas com mais de 65 anos.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.