sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Daesh apela a ataques na Europa durante o Ramadão

(arquivo)

© Stringer . / Reuters

O grupo extremista Daesh está a apelar aos seus apoiantes para que realizem ataques na Europa durante o sagrado mês do Ramadão, que já começou há duas semanas.

Em gravação áudio divulgada hoje, o porta-voz do Daesh Abu al-Hassan al-Muhajer elogiou os ataques feitos na semana passada na capital iraniana, dizendo que o país está "mais fraco que uma teia de aranha" e apelou à realização de mais ataques.

Al-Muhajer instou também à realização de ataques nos EUA, na Federação Russa e na Austrália, dizendo que "o céu é alcançado sob a sombra das espadas".

O grupo já apelou à realização de ataques durante o Ramadão em outros anos.

Este ano, o Daesh reivindicou os ataques realizados no Reino Unido, Egito, Irão e Filipinas, que provocaram a morte a dezenas de pessoas e ferimentos a centenas de outras.

Lusa

  • Milhares de civis continuam a abandonar Raqqa
    1:10

    Daesh

    Milhares de civis continuam a abandonar Raqqa, o último reduto do Daesh na Síria. Os combates terrestres começaram há uma semana, com o apoio aéreo dos Estados Unidos da América. O ataque a Raqqa acontece em simultâneo com a ofensiva em Mossul, no Iraque.

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.