sicnot

Perfil

Daesh

Daesh

Daesh

Rebeldes controlam 35% de Raqa, ONU com novos acessos para ajuda

Goran Tomasevic

A batalha para expulsar os jihadistas de Raqa, bastião do Daesh na Síria, já permitiu às forças rebeldes controlar cerca de 35% da cidade e à ONU abrir novas rotas para a entrega de ajuda alimentar.

As Forças Democráticas da Síria (FDS), uma aliança de milícias árabes e curdas apoiada pelos Estados Unidos da América, combatem atualmente no centro da cidade, cerca de metade do qual escapa ao controlo dos jihadistas, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Nos últimos dias, chegaram a Raqa e arredores dezenas de camiões com equipamento militar e munições para as FDS, para a ofensiva lançada a 6 de junho contra a cidade proclamada "capital" do Daesh em 2014.

Os progressos no combate aos jihadistas permitiram ao Programa Alimentar Mundial (PAM) entregar ajuda alimentar a zonas rurais dos arredores norte de Raqa pela primeira vez em três anos.

Segundo esta agência da ONU, a ajuda alimentar está agora a chegar mensalmente a quase 200.000 pessoas em oito localidades remotas da província de Raqa.

"Substituir as pontes aéreas por entregas por estrada vai permitir-nos poupar 19 milhões de dólares por ano [16,6 milhões de euros], uma vez que cada camião transporta o mesmo carregamento de alimentos a um custo significativamente mais baixo", explicou Jakob Kern, representante do PAM na Síria.

Com Lusa

  • "Se estivesse a governar estaria preocupado com o futuro e não só com o presente"
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • EUA negam ter declarado guerra à Coreia do Norte

    Mundo

    Os Estados Unidos negaram esta segunda-feira ter declarado guerra à Coreia do Norte e frisaram que Pyongyang não pode disparar contra os seus aviões em águas internacionais, em resposta a uma ameaça do ministro dos Negócios Estrangeiros norte-coreano.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.