sicnot

Perfil

Eleições em Espanha

Eleições em Espanha

Eleições em Espanha

Podemos ganha na Catalunha e CDC cai para 6ª força, indicam sondagens

A plataforma que integra o Podemos na Catalunha, a En Comú Podem, foi a força mais votada naquela região nas eleições gerais espanholas, indica uma sondagem da televisão regional TV3.

Reuters

Reuters

© Albert Gea / Reuters

A coligação - apoiada pela presidente da Câmara de Barcelona, Ada Colau - integra os partidos ICV, Podemos e Barcelona En Comú. De acordo com a sondagem, a En Comú Podem terá obtido 24,9% dos votos, ou seja 12 a 13 deputados.

Em segundo lugar surge a Esquerra Republicana Catalana (ERC), que apoia o processo independentista na Catalunha, com 16,4% dos votos (entre 9 e 11 deputados).

O Ciudadanos consegue o terceiro lugar, com 15,5% dos votos e sete a oito deputados, seguido do Partido Socialista da Catalunha (PSC), com 15,4% e também sete a oito deputados.

Só depois surge a Democràcia i Libertat (DL), a coligação que integra a Convergència Democràtica de Catalunya (CDC), os Demòcrates de Catalunya (DC) e o Reagrupament. A CDC é o partido do ainda presidente regional da Catalunha, Artur Mas, que também defende o processo independentista.

A DL, com Francesc Homs como cabeça de lista, terá obtido seis a sete deputados e 11,1% dos votos.

A Catalunha é a segunda maior circunscrição espanhola, elegendo 47 deputados ao Congresso dos Deputados (Parlamento).

O Partido Popular (PP, no poder) obterá entre 114 e 118 lugares e 26,8% dos votos, indica uma sondagem à boca das urnas hoje divulgada pela televisão pública espanhola TVE.

A mesma projeção refere que o Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) ficará em segundo lugar em número de deputados (entre 81 e 85), mas com menos votos do que o Podemos, que vai conseguir entre 76 e 80 parlamentares.

A sondagem à boca das urnas, mediante 177 mil entrevistas a eleitores, dá ao Podemos 21,7% dos votos e 20,5% ao PSOE.

O Ciudadanos surge em quarto, com 47 a 50 deputados (15,2% dos votos).

A confirmar-se este cenário, os partidos mais votados terão de fazer acordos entre si e com pequenas formações para obterem uma maioria absoluta.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.