sicnot

Perfil

Eleições em Espanha

Eleições em Espanha

Eleições em Espanha

PSOE pede a Rajoy que "pare campanha de medo" sobre governo de esquerda

O secretário-geral do Partido Socialiata Operário Espanho (PSOE), Pedro Sánchez, apelou esta sexta-feira ao PP e ao seu presidente, Mariano Rajoy, para que "acabe com a campanha do medo" que tenta passar a ideia de que um governo de esquerda causa mais problemas a Espanha.

O presidente do Governo espanhol e do PP, Mariano Rajoy.

O presidente do Governo espanhol e do PP, Mariano Rajoy.

© Juan Medina / Reuters

"Gostaria que acabasse a campanha do medo, que não se passe a ideia de que se o PP sair do Governo começam os problemas. No PSOE pensamos que os probblemas se devem precisamente à presença do PP no executivo", disse Pedro Sánchez à saída de uma primeira reunião com Mariano Rajoy para discutir soluções de governo em Espanha.

Ao sair da mesma reunião, o presidente do Governo espanhol e do PP, Mariano Rajoy, havia afirmado estar "preocupado" com a subida dos juros da dívida portuguesa, deixando implícito que tal se deve às políticas do Governo, com apoio da esquerda em Portugal.

"Vejo com preocupação a subida dos juros da dívida no país vizinho", disse Rajoy, acenando com o "fantasma" de um governo PSOE-Podemos-Izquierda Unida, à semelhança do que existe em Portugal, em que o PS conta com o apoio parlamentar dos partidos de esquerda.

O líder do PSOE (que obteve 90 deputados) quer acertar em Espanha uma solução de governo de esquerda semelhante à de Portugal. No entanto, Rajoy considera que o PP (123 deputados) tem de liderar qualquer solução governativa.

Os socialistas tentam um acordo com o Ciudadanos (centro-direita, 40 deputados) e tem uma proposta de governo de coligação de esquerda feita pelo Podemos (69 deputados).

Sánchez, que classificou a reunião de apenas 25 minutos como "muito útil", reiterou que está de acordo com o PP quanto a questões fundamentais do Estado espanhol: as posições europeias, a unidade do país, o pacto anti-terrorismo e a reforma da constituição.

No entanto, sublinhou que o PSOE defende que se deve pedir a Bruxelas que aceite "um ritmo diferente para a redução do défice público espanhol", uma posição que se aproxima à do Podemos, que também pede uma reestruturação da dívida espanhola.

Lusa

  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Gelo nos polos recua para recordes mínimos

    Mundo

    A extensão de gelo polar dos oceanos Ártico e Antártico atingiu recordes mínimos a 13 de fevereiro, perdendo o equivalente a uma área maior do que o México, informou esta quarta-feira a agência espacial norte-americana NASA.

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.