sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Cuba no centro do debate entre Clinton e Sanders

Cuba esteve no centro do debate de quarta-feira entre os aspirantes à nomeação democrata para a presidência dos EUA, com Hillary Clinton a criticar os irmãos Castro e Bernie Sanders a pedir o fim do embargo.

© Carlo Allegri / Reuters

"O povo cubano merece que os seus direitos sejam respeitados. Os [irmãos Raúl e Fidel] Castro devem ser considerados autoritários e ditadores. Espero que um dia haja em Cuba líderes que sejam eleitos pelo povo", afirmou Clinton, ao ser questionada sobre o início da normalização das relações entre os Estados Unidos e Cuba, durante o debate que decorreu em Miami (Florida).

Por seu lado, Sanders defendeu que "o embargo deve terminar" e ser preciso "avançar para uma relação totalmente normalizada com Cuba".

"Espero que tão breve quanto possível seja um país democrático. Mas, por outro lado, não seria bom não admitir que avançaram na saúde e na educação. Estão a enviar médicos para todo o mundo", realçou o senador do Vermont, autoproclamado socialista democrata.

"Creio que restaurar as relações diplomáticas por completo com Cuba melhoraria a vida dos cubanos e ajudaria os Estados Unidos", insistiu.

A ex-secretária de Estado atacou o seu rival, recordando-o de que, numa entrevista em 1985, falou da "revolução dos valores" em Cuba.

"Não posso estar mais em desacordo. Se os valores são reprimir, fazer desaparecer, prender pessoas por emitirem a sua opinião, não é o tipo de revolução que gostaria de ver", afirmou.

Sanders e Clinton encontraram-se na noite de quarta-feira num debate com moderação e intervenções bilingues em inglês e espanhol (ainda que os dois apenas tenham falado em inglês), organizado conjuntamente pela Univisión e pelo The Washington Post.

Sanders e Clinton disputam a nomeação com candidatos do Partido Democrata nas eleições presidenciais norte-americanas marcadas para novembro.

Lusa

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.