sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

O recado de Hillary Clinton para Bernie Sanders

Hillary Clinton, candidata democrata à Casa Branca, enviou uma mensagem muito clara ao principal adversário Bernie Sanders. Numa entrevista dada ao canal norte-americano CNN, a antiga primeira-dama deixou claro que para ela o tempo dado a Bernie Sanders é suficiente. Clinton diz que já esteve na posição de Sanders e que soube desistir para o bem do partido. Para a candidata é a vez do senador do Vermont fazer a mesma coisa.

Andrew Harnik

Hillary tem esperado pacientemente que Sanders se renda às realidades matemáticas para resolver de uma vez por todas a nomeação democrata para a corrida à presidência dos Estados Unidos.

"Eu fiz todo o caminho contra o então senador Obama. Ganhei nove das últimas doze votações em 2008. Ganhei no Indiana, no Kentucky e no West Virgínia. Eu sei que nesta altura surgem sentimentos intensos, particularmente porque os nossos apoiantes querem que levemos a corrida até ao final (...) eu estou com cerca de três milhões de votos de avanço em relação a ele, tenho uma vantagem insuperável em número de delegados. Estou confiante. Sabe o que disse ao senador Obama? Na altura disse-lhe que estavamos realmente próximos, muito mais próximos do que eu e o senador Sanders estamos agora, mas disse-lhe que desistia. Eu estive no lugar de Sanders. É chato. Mas eu fiz a coisa certa pelo partido. É o momento dele fazer o mesmo."

A vantagem que de Hillary Cliton tem em número de delegados é realmente grande em relação a Bernie Sanders, consideravelmente maior da que Obama tinha em relação a Clinton há oito anos.

Na mesma entrevista, Hillary Clinton disse ainda que Sanders tem que fazer a sua parte para unificar o partido. A antiga secretária de Estado norte-americana lembrou também que Sanders " disse que iria fazer todos os possíveis para derrotar Donald Trump" e que trabalharia sete dias por semana se fosse preciso." A candidata espera que Sanders "cumpra com a palavra dada".

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Divorciados vão poder dividir filhos no IRS 

    Economia

    Os divorciados vão passar a poder dividir os filhos no IRS (imposto sobre o rendimento singular) e o Governo está a estudar soluções para que em 2018 haja um novo sistema para lidar com a guarda conjunta de filhos.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.