sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Bernie Sanders apoia publicamente rival Hillary Clinton

Bernie Sanders manifestou esta terça-feira o seu aguardado apoio oficial à virtual candidata do Partido Democrático Hillary Clinton e prometeu efetuar todos os esforços para a ajudar a vencer as presidenciais de novembro nos Estados Unidos.

Jim Cole

"A secretária (de Estado, Hillary) Clinton venceu o processo de nomeação democrata e felicito-a por isso", disse Sanders perante uma multidão de apoiantes num comício em New Hampshire, com Clinton a seu lado.

"Ela será a designada pelos democratas à presidência e pretendo fazer tudo o que puder para ter a certeza de que ela será a próxima Presidente dos Estados Unidos".

"Ela deve ser o nosso próximo presidente", enfatizou Sanders, que expôs diversas razões pelas quais considera a antiga secretária de Estado uma melhor escolha que o seu adversário republicano Donald Trump.

Sanders citou o seu apoio aos direitos dos homossexuais, cuidados de saúde universais ou um salário mínimo mais elevado.

"Se alguém aqui pensa que esta eleição não é importante, reflitam um pouco sobre quem Donald Trump designará para o Tribunal Supremo, e o que isso significará para as liberdades civis, direitos iguais e o futuro do nosso país", disse.

O candidato da ala da "democracia socialista" do Partido Democrático decidiu apoiar Clinton duas semanas antes da convenção democrata que deve confirmá-la como candidatada à Casa Branca, após uma áspera campanha interna e quando resistia há mais de um mês em anunciar esta decisão, para pressionar a potencial candidata sobre o conteúdo do programa do partido.

O senador norte-americano do Estado de Vermont, 74 anos, protagonizou uma inesperada e prolongada batalha contra Clinton, que no entanto garantiu a maioria dos delegados no início de junho para assegurar a sua nomeação.

Sanders recusou-se no entanto a admitir a derrota face à sua rival mais moderada, apesar de referir que votaria em Clinton, e garantir que as suas ideias também estariam incluídas na plataforma do partido apresentadas no final de julho à Convenção Nacional Democrática em Filadélfia, e onde a ex-secretária de Estado garantirá a nomeação formal.

Responsáveis do partido reuniram-se no fim de semana em Orlando, Florida, para concluir a Plataforma democrata, que descreveram como a mais ambiciosa e progressista da sua história.

O partido alcançou o consenso sobre as alterações climáticas, cuidados de saúde e aumento do salário mínimo nos Estados Unidos para 15 dólares (13,5 euros) à hora.

No entanto, os desacordos mantiveram-se sobre o TTIP (Transatlantic Trade and Investment Partnership/Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento) que está a ser negociado entre os Estados Unidos e a União Europeia e muito contestado pelos setores mais à esquerda dos dois continentes.

Lusa

  • SIC faz-se à estrada para ouvir eleitores
    2:13
  • Furacão Maria ameaça Ilhas Virgens e Porto Rico

    Mundo

    O furacão Maria "potencialmente catastrófico" está a ameaçar as Ilhas Virgens e o Porto Rico, depois de esta terça-feira ter semeado a destruição na Dominica e provocado um morto e dois desaparecidos na ilha francesa de Guadalupe.

  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.

  • Escola na Croácia usa imagem de Melania Trump para chamar alunos

    Mundo

    "Imagine até onde pode ir com um pouco de inglês", foi com estas palavras que uma escola de inglês da Croácia decidiu promover as suas aulas, juntando ainda a fotografia de Melania Trump ao placard do anúncio. Agora, a primeira-dama norte-americana ameaça levar o Instituo Americki a tribunal. Entretanto, o placard já foi retirado do local.

    SIC