sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Trump pisca o olho à comunidade afro-americana

Trump pisca o olho à comunidade afro-americana

Donald Trump voltou a apelar ao voto dos africanos residentes nos Estados Unidos. O candidato republicano à Casa Branca diz que o partido conservador que representa precisa melhorar as relações com a comunidade afro-americana.

  • Trump diz querer trabalhar com a NATO no combate ao Daesh
    0:28

    Eleições EUA 2016

    Donald Trump voltou a contradizer-se e quer agora trabalhar com os parceiros da NATO no combate ao Daesh. O candidato republicano considerava que a organização estava obsoleta, ficando essa ideia agora de parte. No seu discurso em Ohio, Trump apelou também a uma proibição temporária de imigrantes muçulmanos no país, uma espécie de teste de triagem para apanhar as pessoas que queiram colocar em causa a segurança dos Estados Unidos.

  • Trump como nunca o viu
    2:53

    Eleições EUA 2016

    Donald Trump como nunca foi visto. As estátuas do candidato republicano nu começaram a aparecer em várias cidades norte-americanas. As figuras criadas com argila e silicone foram produzidas por ativistas que pretendem travar a caminhada do candidato à Casa Branca. Isto, numa altura em que Trump começa a cair nas sondagens.

  • Árbitros recuam e vão apitar jogos do próximo fim de semana

    Desporto

    Os árbitros recuaram esta quarta-feira na intenção de não comparecer nos jogos do próximo fim de semana. Depois de na terça-feira a maioria dos juízes terem apresentado um pedido de dispensa dos jogos da 12.ª jornada do campeonato, esta quarta-feira adiaram a decisão após uma reunião com o Conselho de Arbitragem.

  • Comprar um carro em segunda mão sem ser enganado 
    8:44
  • Jorge Jesus e Ana Malhoa contra o consumo de sal
    1:21
  • Diminuem as hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino
    3:09

    Mundo

    As hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino, desaparecido há 8 dias, começaram a diminuir, uma vez que o chamado "tempo de segurança" já foi ultrapassado. A Marinha portuguesa está a acompanhar o caso do submarino que está desaparecido há oito dias. As hipóteses de salvar os tripulantes vão diminuindo.