sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Trump pisca o olho à comunidade afro-americana

Trump pisca o olho à comunidade afro-americana

Donald Trump voltou a apelar ao voto dos africanos residentes nos Estados Unidos. O candidato republicano à Casa Branca diz que o partido conservador que representa precisa melhorar as relações com a comunidade afro-americana.

  • Trump diz querer trabalhar com a NATO no combate ao Daesh
    0:28

    Eleições EUA 2016

    Donald Trump voltou a contradizer-se e quer agora trabalhar com os parceiros da NATO no combate ao Daesh. O candidato republicano considerava que a organização estava obsoleta, ficando essa ideia agora de parte. No seu discurso em Ohio, Trump apelou também a uma proibição temporária de imigrantes muçulmanos no país, uma espécie de teste de triagem para apanhar as pessoas que queiram colocar em causa a segurança dos Estados Unidos.

  • Trump como nunca o viu
    2:53

    Eleições EUA 2016

    Donald Trump como nunca foi visto. As estátuas do candidato republicano nu começaram a aparecer em várias cidades norte-americanas. As figuras criadas com argila e silicone foram produzidas por ativistas que pretendem travar a caminhada do candidato à Casa Branca. Isto, numa altura em que Trump começa a cair nas sondagens.

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.