sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Trump e Clinton reúnem-se separadamente com Presidente do Egito

Os candidatos à Presidência dos Estados Unidos, o republicano Donald Trump e a democrata Hillary Clinton, reuniram-se na segunda-feira com o Presidente do Egito, Abdel-Fattah el-Sissi, a menos de dois meses das eleições.

Por ocasião da Assembleia Geral da ONU, Clinton reuniu-se também com o Presidente ucraniano, Petro Poroshenko, e com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe. Já Trump, cujo primeiro encontro com um líder estrangeiro aconteceu no mês passado, com o mexicano Enrique Peña Nieto, limitou a sua agenda a el-Sissi.

"Trump e o Presidente el-Sissi falaram sobre a relação bilateral estratégica entre os Estados Unidos e o Egito, centrando-se na cooperação política, militar e económica entre os dois países", indicou a campanha do magnata em comunicado.

O candidato republicano "expressou ao Presidente el-Sissi o seu inequívoco apoio à guerra do Egito contra o terrorismo, e [afirmou que] sob uma administração de Trump, os Estados Unidos serão um amigo leal, não simplesmente um aliado, com o qual o Egito pode contar nos próximos dias e anos", acrescenta a nota.

Trump sublinhou a "importância" de trabalhar com o Egito para "derrotar o terrorismo islâmico radical, não só política e militarmente, como também confrontando a sua ideologia".

O magnata "enfatizou a sua elevada estima pelos muçulmanos que amam a paz", segundo o comunicado, que não esclarece se Trump conversou com el-Sissi sobre a sua proposta para proibir a entrada dos muçulmanos no país através de um "escrutínio extremo" dos imigrantes nos Estados Unidos, baseado em "testes ideológicos".

Trump acrescentou que se vencer as eleições de novembro vai "convidar o Presidente el-Sissi a fazer uma visita oficial" aos Estados Unidos, manifestando também vontade de visitar o Egito, um país pelo qual tem "um grande respeito" devido à sua "história e liderança no Médio Oriente".

Clinton também se reuniu com el-Sissi na segunda-feira à noite em Nova Iorque e não evitou alguns dos temas mais difíceis, como a proteção dos direitos humanos.

Antes da reunião, Clinton disse que queria falar com o líder egípcio sobre "o caminho a tomar para construir uma nova sociedade civil, um novo país moderno que respeite as leis, os direitos humanos e as liberdades", segundo a CNN.

A candidata democrata também se reuniu com Poroshenko, com quem disse que conversaria sobre "as ameaças da agressão russa" à Ucrânia, e sobre o que os Estados Unidos podem fazer para "apoiar" o Governo ucraniano.

Com Abe, Clinton falou sobre as tensões com a Coreia do Norte, depois do seu último teste nuclear, e sobre as relações com a China, de acordo com fontes da sua campanha.

Com Lusa

  • "Quem faz isto sabe estudar os dias e o vento para arder o máximo possível"
    4:15
  • O balanço trágico dos incêndios do fim de semana
    0:51

    País

    Mais de 500 mil hectares de área ardida, 42 vítimas mortais, 71 de feridos, dezenas de casas e empresas destruídas. É este o balanço de mais um fim de semana trágico para Portugal a nível de incêndios florestais.

  • 2017: o ano em que mais território português ardeu
    1:41

    País

    Desde janeiro, houve mais área ardida do que em qualquer outro ano na história registada de incêndios florestais. Segundo dados provisórios do Sistema Europeu de Informação sobre Fogos Florestais, mais de 519 mil hectares foram consumidos pelas chamas até 17 de outubro, o que representa quase 6% de toda a área de Portugal. 

  • "Viverei com o peso na consciência até ao último dia"
    3:00
  • O que resta de Tondela depois dos incêndios
    1:07

    País

    O concelho de Tondela é agora um mar de cinzas, imagens recolhidas pela SIC com um drone mostram bem a dimensão do que foi destruído pelos incêndios. Perto 100 habitações principais ou secundárias, barracões, oficinas e stands arderam. 

  • Moradores reuniram esforços para salvar idosos das chamas em Pardieiros
    2:50

    País

    O incêndio de domingo em Nelas fez uma vítima mortal: um homem de 50 anos, de Caldas da Felgueira, que regressava de uma aldeia vizinha, onde tinha ido ajudar a combater as chamas. Em Pardieiros, no concelho de Carregal do Sal, várias casas arderam e uma jovem sofreu queimaduras ao fugir do incêndio. Durante o incêndio, pessoas reuniram esforços para salvar a povoação.

  • A fotografia que está a correr (e a impressionar) o Mundo

    Mundo

    A fotografia de uma cadela a carregar, na boca, o cadáver calcinado da cria está a comover o mundo. Entre as muitas fotografias que mostram o cenário causado pelos incêndios que devastaram a Galiza nos últimos dias, esta está a causar especial impacto. O registo é do fotógrafo Salvador Sas, da agência EFE. A imagem pode impressionar os mais sensíveis.

  • As lágrimas do primeiro-ministro do Canadá

    Mundo

    O primeiro-ministro da Canadá, Justin Trudeau, emocionou-se esta quarta-feira ao falar de um artista que morreu depois de perder uma luta contra o cancro. Gord Downie, vocalista da banda de rock canadiana "The Tragically Hip", faleceu esta terça-feira, aos 53 anos, vítima de um tumor cerebral.