sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Fortuna de Trump diminuiu 712 milhões de euros num ano

© Shannon Stapleton / Reuters

A fortuna do candidato republicano à Casa Branca Donald Trump diminuiu 800 milhões de dólares (712 milhões de euros) num ano, situando-se nos 3,7 mil milhões de dólares (3,3 mil milhões de euros), divulgou esta terça-feira a revista Forbes.

Estes valores constam na lista das principais 400 fortunas dos Estados Unidos publicada esta terça-feira pela prestigiada revista norte-americana dedicada a temas económicos.

Segundo a Forbes, o recuo da fortuna de Trump deveu-se à desaceleração do mercado imobiliário em Nova Iorque, o que fez baixar o valor dos bens imobiliários que o magnata possui na sua cidade natal, nomeadamente a famosa Trump Tower (Torre Trump).

O valor patrimonial de outras propriedades detidas por Trump também baixou, como foi o caso de Mar-a-Lago, no Estado da Florida, segundo acrescentou a revista.

A Forbes recordou que, no âmbito da sua candidatura à Presidência dos Estados Unidos, Trump doou sete milhões de dólares (6,2 milhões de euros) à sua campanha e negociou um empréstimo de 48 milhões de dólares (cerca de 42 milhões de euros), valores que são considerados como prejuízos para revista.

No ranking das 400 pessoas mais ricas dos Estados Unidos, o candidato presidencial republicano desce 35 lugares, encontrando-se neste momento na 156.ª posição.

A lista da Forbes é novamente liderada pelo cofundador da Microsoft, Bill Gates, cuja fortuna aumentou de 76 mil milhões de dólares (cerca de 67 mil milhões de euros) para 81 mil milhões de dólares (72 mil milhões de euros) num período de um ano.

Bill Gates lidera este ranking pelo 23.º ano consecutivo.

Mais de 10% das 400 maiores fortunas nos Estados Unidos são de imigrantes, dos quais 14 são mais ricos do que Donald Trump, candidato que tem assumido posições políticas controversas, nomeadamente uma política de imigração muito restrita.

Lusa

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Divorciados vão poder dividir filhos no IRS 

    Economia

    Os divorciados vão passar a poder dividir os filhos no IRS (imposto sobre o rendimento singular) e o Governo está a estudar soluções para que em 2018 haja um novo sistema para lidar com a guarda conjunta de filhos.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Ataques aéreos dos EUA em Mossul podem ter causado a morte de 200 civis
    1:22
  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Quando o cancro chega por mero acaso
    1:55

    Mundo

    Cerca de dois terços das mutações que ocorrem nas células cancerígenas devem-se ao acaso, segundo um estudo da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Em Portugal, o Diretor do Programa Nacional Doenças Oncológicas alerta para a importância de um diagnóstico precoce e um estilo de vida saudável como forma de reduzir a fatalidade.