sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Fortuna de Trump diminuiu 712 milhões de euros num ano

© Shannon Stapleton / Reuters

A fortuna do candidato republicano à Casa Branca Donald Trump diminuiu 800 milhões de dólares (712 milhões de euros) num ano, situando-se nos 3,7 mil milhões de dólares (3,3 mil milhões de euros), divulgou esta terça-feira a revista Forbes.

Estes valores constam na lista das principais 400 fortunas dos Estados Unidos publicada esta terça-feira pela prestigiada revista norte-americana dedicada a temas económicos.

Segundo a Forbes, o recuo da fortuna de Trump deveu-se à desaceleração do mercado imobiliário em Nova Iorque, o que fez baixar o valor dos bens imobiliários que o magnata possui na sua cidade natal, nomeadamente a famosa Trump Tower (Torre Trump).

O valor patrimonial de outras propriedades detidas por Trump também baixou, como foi o caso de Mar-a-Lago, no Estado da Florida, segundo acrescentou a revista.

A Forbes recordou que, no âmbito da sua candidatura à Presidência dos Estados Unidos, Trump doou sete milhões de dólares (6,2 milhões de euros) à sua campanha e negociou um empréstimo de 48 milhões de dólares (cerca de 42 milhões de euros), valores que são considerados como prejuízos para revista.

No ranking das 400 pessoas mais ricas dos Estados Unidos, o candidato presidencial republicano desce 35 lugares, encontrando-se neste momento na 156.ª posição.

A lista da Forbes é novamente liderada pelo cofundador da Microsoft, Bill Gates, cuja fortuna aumentou de 76 mil milhões de dólares (cerca de 67 mil milhões de euros) para 81 mil milhões de dólares (72 mil milhões de euros) num período de um ano.

Bill Gates lidera este ranking pelo 23.º ano consecutivo.

Mais de 10% das 400 maiores fortunas nos Estados Unidos são de imigrantes, dos quais 14 são mais ricos do que Donald Trump, candidato que tem assumido posições políticas controversas, nomeadamente uma política de imigração muito restrita.

Lusa

  • Défice recua quase 400 milhões de euros em janeiro

    Economia

    O buraco das contas públicas atingiu os 625 milhões de euros no primeiro mês de 2017, segundo os dados da execução orçamental. É uma redução de 397 milhões, quando comparado com o mesmo mês do ano passado.

    Em desenvolvimento

  • "Fiz coisas de que me envergonho"
    2:31
  • Portugal é o segundo país da Europa com mais emigrantes
    1:39

    País

    São 2,3 milhões os portugueses que vivem no estrangeiro, ou seja, 22% da população. O último relatório do Observatório da Emigração relativo a 2015 mostra que se manteve o mesmo número de saídas de Portugal para o estrangeiro registadas no pico atingido em 2013: acima das 110 mil por ano. O Reino Unido é o principal país de destino.

  • Descoberta produção de canábis em abrigo nuclear 

    Mundo

    A polícia britânica descobriu, no sul de Inglaterra, um antigo abrigo nuclear subterrâneo adaptado à produção de canábis em grande escala. A operação levou à detenção de cinco homens e um adolescente de 15 anos. Foram também apreendidas milhares de plantas de canábis.

  • Carnaval na Almirante Reis
    2:39

    País

    Lisboa também celebra o Carnaval e esta manhã mais de três mil crianças participaram num desfile pela Avenida Almirante Reis, alunas de escolas públicas e privadas de 24 nacionalidades. Na freguesia de Arroios vivem estrangeiros de 79 nacionalidades.