sicnot

Perfil

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Eleições EUA 2016

Melania Trump defende marido e garante que é um cavalheiro

Reuters

Melania Trump, a mulher de Donald Trump, garante que o marido é um "cavalheiro" e que as mulheres que o acusam de agressões sexuais estão a mentir.

Melania acrescentou ainda que as declarações de Trump, gravadas em áudio, sobre as mulheres, são inaceitáveis mas não representam o homem que ela conhece.

O vídeo divulgado dia 7, a um mês das eleições presidenciais, gerou a maior crise da campanha de Donald Trump, tendo dado origem a controvérsia no seio do partido, muitos republicanos pediram o seu afastamento.

“Sabe, sou automaticamente atraído pela beleza – simplesmente começo a beijá-las. É como um iman. Simplesmente beijo. E nem espero… e quando se é famoso elas deixam-nos fazer isso. Você pode fazer qualquer coisa”, afirmou Trump, entre outras coisas.

Desde então, várias mulheres têm acusado Trump de as ter agredido sexualmente - acusações que o magnata nega.

Melania Trump, a mulher do candidato republicano, vem agora defender o marido, garantindo que ao longo dos anos nunca o viu a comportar-se inadequadamente em relação a qualquer mulher.

"Eu sei que ele respeita as mulheres, ele está a defender-se porque isso são mentiras. Acredito no meu marido. O meu marido é gentil e é um cavalheiro e nunca faria isso", declarou Melania numa entrevista à CNN.

A mulher de Trump afirma que o escândalo foi "organizado para ferir a sua candidatura" pela campanha de Hillary Clinton.

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.