sicnot

Perfil

Eleições França 2017

Tusk salienta que franceses rejeitaram a "tirania das notícias falsas"

© Darrin Zammit Lupi / Reuters

O presidente do Conselho Europeu Donald Tusk salientou este domingo que os franceses votaram na "liberdade, igualdade e fraternidade", rejeitando a tirania das notícias falsas.

"Felicitações a Emmanuel Macron e aos franceses que escolheram a Liberdade, a Igualdade e a Fraternidade e disseram não à tirania das 'fake-news'", escreveu Tusk na sua conta no Twitter.

O centrista Emmanuel Macron foi eleito Presidente de França com um intervalo entre 65,5 a 66,1% dos votos, segundo as primeiras projeções divulgadas após o fecho das urnas.

As estimativas atribuem a Marine Le Pen (extrema-direita) uma votação entre 33,9% e 34,5%.

Lusa

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.