sicnot

Perfil

Escândalo Renault

Escândalo Renault

Escândalo Renault

Renault promete "plano técnico" para cortar níveis de emissões dos seus carros

O fabricante de automóveis Renault prometeu hoje apresentar um "plano técnico" nas próximas semanas para cortar as emissões poluentes dos seus veículos.

reuters

Na quinta-feira, uma comissão nomeada pelo Governo francês disse que os carros a gasóleo da Renault falharam nos testes de poluição, ao mesmo tempo que as autoridades fizeram buscas nas suas instalações, aumentando os receios de que a empresa poderia estar envolvida num escândalo de emissões poluentes semelhante ao da alemã Volkswagen.

A comissão revelou que, em resultados de testes realizados em veículos franceses e estrangeiros, tinha encontrado emissões de dióxido de carbono e dióxido de nitrogénio demasiado elevadas em carros da marca Renault.

"Estamos a trabalhar num plano técnico que deverá permitir-nos reduzir as emissões", disse o diretor de vendas da Renault, Thierry Koskas, durante uma apresentação das vendas do grupo.

"O plano está a ser elaborado pela nossa equipa de engenharia e será apresentado nas próximas semanas", acrescentou.

As vendas unitárias da Renault cresceram 3,3% em 2015 relativamente ao ano anterior para 2,8 milhões de unidades em todo o mundo.

"A Renault não fez batota", disse Koskas, referindo-se às questões levantadas na semana passada sobre a forma como os níveis de emissões poderiam ser tão diferentes entre as condições de teste e as condições reais na estrada.

"Quero enfatizar isto com muita firmeza", disse, adiantando que a Renault "não está a usar qualquer 'software' ou outros métodos [fraudulentos] ".

"Em condições de teste, nós respeitamos as normas de emissões", acrescentou.

"Mas quando os veículos já não estão em condições de teste, há, de facto, uma diferença entre as condições reais e condições de controlo, isso é um facto", afirmou Koskas.

O responsável da marca francesa não deu detalhes sobre o que o "plano técnico" pode implicar, mas disse que a Renault iria encontrar-se hoje com a comissão nomeada pelo Governo para "discussões técnicas".

As ações da Renault e de outras empresas do setor automóvel têm derrapado em bolsa com rumores de que o escândalo das emissões poluentes se possa espalhar além da Volkswagen.

Os títulos da Renault caíram mais de 20% durante a sessão de quinta-feira depois de os sindicatos relatarem que as autoridades antifraude francesas tinham invadido vários locais da empresa, possivelmente procurando provas de fraude em emissões dos carros a gasóleo.

Hoje, ao final da manhã, as ações estavam a cair 3% para 72,88 euros, tendo a Renault perdido em capitalização bolsista cerca de três mil milhões de euros nas últimas três sessões.

  • Ministro garante segurança nas escolas com uso de poliuretano
    0:52

    País

    O ministro da Educação garante que as escolas estão em segurança e que não há perigo com um material como o poliuretano. Tiago Brandão Rodrigues respondia, esta quarta-feira, a uma pergunta dos Verdes sobre a substituição de amianto nas escolas.

  • Estoril garante que estrutura da bancada não está em causa
    2:23

    Desporto

    O Laboratório Nacional de Engenharia Civil deverá emitir esta quinta-feira um parecer preliminar sobre a bancada norte do estádio do Estoril-Praia. O clube garante que a estrutura não está em causa e que, tal como a câmara de Cascais, aguarda por conclusões para uma edificação feita no vale da Amoreira.

  • "Quem me dera que a bancada do Estoril fosse com o c......"

    Desporto

    Depois da polémica no jogo entre Estoril-Praia e FC Porto, um cântico polémico da claque do Sporting sobre a bancada do estádio António Coimbra da Mota que obrigou à interrupção do jogo da passada segunda-feira. Tudo aconteceu durante um jogo do campeonato de hóquei em patins entre leões e dragões.

  • Ronaldo estará mesmo de saída do Real Madrid
    2:01
  • Várias alternativas para vender a sua casa
    8:58
  • Encontradas 86 pedras preciosas numa casa em Albufeira
    0:48
  • Registada em vídeo explosão de meteoro nos EUA
    0:42
  • "A Rússia não nos ajuda nada na Coreia do Norte"

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, condenou esta quarta-feira a postura da Rússia sobre a situação da Coreia do Norte, afirmando que o país está a minar os esforços internacionais em curso para isolar o regime de Kim Jong-Un.

  • Polícia descobre arte de esconder 750 quilos de droga em ananases
    2:25
  • Moscovo só teve seis minutos de luz solar em dezembro

    Mundo

    Os portugueses estão tão habituados ao sol, que nunca imaginariam passar um mês inteiro sem ele. O fenómeno aconteceu na capital russa. Moscovo bateu o recorde em dezembro, quando passou o mês inteiro sem luz solar direta. As pessoas de Moscovo viram o sol apenas durante seis minutos e a espreitar timidamente por entre as nuvens.

  • A maior lua de Saturno tem nível do mar tal como a Terra

    Mundo

    Titã, a maior lua de Saturno, tem uma altura média da superfície do mar, tal como a Terra, revela um estudo divulgado esta quarta-feira, que se baseia em observações feitas pela sonda norte-americana Cassini, cuja missão terminou em setembro.