sicnot

Perfil

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volkswagen

Patrão da Volskwagen anuncia demissão

O CEO da Volkswagen, Martin Winterkorn, anunciou hoje a sua demissão, na sequência do escândalo da adulteração do sistema de emissões de gases poluentes.

© Kai Pfaffenbach / Reuters

"Estou chocado com os acontecimentos dos últimos dias. Acima de tudo, estou chocado que a má conduta em tal escala foi possível no grupo Volkswagen", afirmou Martin Winterkorn em comunicado.

"A Volkswagen precisa de um novo começo. Eu estou a limpar o caminho para este novo começo com a minha demissão", acrescentou.

Hoje de manhã, os membros do Conselho de Administração da Volkswagen estiveram reunidos, na Alemanha.

A empresa já perdeu mais de um terço do valor em bolsa em apenas dois dias, com quedas de 17% e 20% por cento.

Pelo terceiro dia consecutivo, continua a cair nos mercados financeiros.

Entretanto, já avançou na justiça norte-americana o primeiro processo contra a Volkswagen.

Na terça-feira, a Volkswagen anunciou que mais de 11 milhões de carros a gasóleo em todo o mundo foram equipados com o tipo de motor que poderia distorcer os dados de emissões.

Com Lusa

  • Aeroporto Cristiano Ronaldo? Nem todos os madeirenses estão de acordo
    2:21
  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43
  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.