sicnot

Perfil

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volkswagen

Patrão da Volskwagen anuncia demissão

O CEO da Volkswagen, Martin Winterkorn, anunciou hoje a sua demissão, na sequência do escândalo da adulteração do sistema de emissões de gases poluentes.

© Kai Pfaffenbach / Reuters

"Estou chocado com os acontecimentos dos últimos dias. Acima de tudo, estou chocado que a má conduta em tal escala foi possível no grupo Volkswagen", afirmou Martin Winterkorn em comunicado.

"A Volkswagen precisa de um novo começo. Eu estou a limpar o caminho para este novo começo com a minha demissão", acrescentou.

Hoje de manhã, os membros do Conselho de Administração da Volkswagen estiveram reunidos, na Alemanha.

A empresa já perdeu mais de um terço do valor em bolsa em apenas dois dias, com quedas de 17% e 20% por cento.

Pelo terceiro dia consecutivo, continua a cair nos mercados financeiros.

Entretanto, já avançou na justiça norte-americana o primeiro processo contra a Volkswagen.

Na terça-feira, a Volkswagen anunciou que mais de 11 milhões de carros a gasóleo em todo o mundo foram equipados com o tipo de motor que poderia distorcer os dados de emissões.

Com Lusa

  • Younes Abouyaaqoub, o homem mais procurado de Espanha
    1:53
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22