sicnot

Perfil

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volkswagen

Matthias Mueller nomeado para liderança do grupo Volkswagen

A Volkswagen anunciou hoje a nomeação de Matthias Mueller, atual presidente da Porsche, como novo presidente executivo do grupo após a demissão de Martin Winterkorn devido ao escândalo das emissões poluentes.

© Fabian Bimmer / Reuters

Na quarta-feira, Winterkorn demitiu-se da liderança do grupo no seguimento do escândalo sobre a manipulação de dados de emissões poluentes de veículos do fabricante alemão.

"Na reunião de hoje, o conselho de supervisão propôs a Matthias Mueller assumir a presidência" do grupo, indicou numa conferência de imprensa Berthold Huber, presidente do conselho.

Após a nomeação, com efeitos imediatos, Mueller, 62 anos, afirmou que a empresa "vai ultrapassar" o escândalo e tornar-se ainda mais forte.

"Podemos e vamos ultrapassar esta crise. Juntos vamos fazer da Volkswagen uma empresa ainda mais forte", declarou o novo líder do grupo.

A Agência de Proteção do Meio Ambiente dos Estados Unidos acusou na sexta-feira passada a Volkswagen de falsear o desempenho dos motores em termos de emissões de gases poluentes através de um 'software' incorporado no veículo.

No domingo, a Volkswagen reconheceu ter falseado os dados e na terça-feira anunciou que mais de 11 milhões de carros a gasóleo em todo o mundo têm equipamento que permite alterar o desempenho dos motores em termos de emissões para a atmosfera.

As ações da Volkswagen, que já tinham perdido cerca de 35% no início da semana, caíram hoje de novo 4,32% na bolsa de Frankfurt e ficaram em 107,30 euros.

usa

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40
  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.