sicnot

Perfil

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volkswagen

Matthias Mueller nomeado para liderança do grupo Volkswagen

A Volkswagen anunciou hoje a nomeação de Matthias Mueller, atual presidente da Porsche, como novo presidente executivo do grupo após a demissão de Martin Winterkorn devido ao escândalo das emissões poluentes.

© Fabian Bimmer / Reuters

Na quarta-feira, Winterkorn demitiu-se da liderança do grupo no seguimento do escândalo sobre a manipulação de dados de emissões poluentes de veículos do fabricante alemão.

"Na reunião de hoje, o conselho de supervisão propôs a Matthias Mueller assumir a presidência" do grupo, indicou numa conferência de imprensa Berthold Huber, presidente do conselho.

Após a nomeação, com efeitos imediatos, Mueller, 62 anos, afirmou que a empresa "vai ultrapassar" o escândalo e tornar-se ainda mais forte.

"Podemos e vamos ultrapassar esta crise. Juntos vamos fazer da Volkswagen uma empresa ainda mais forte", declarou o novo líder do grupo.

A Agência de Proteção do Meio Ambiente dos Estados Unidos acusou na sexta-feira passada a Volkswagen de falsear o desempenho dos motores em termos de emissões de gases poluentes através de um 'software' incorporado no veículo.

No domingo, a Volkswagen reconheceu ter falseado os dados e na terça-feira anunciou que mais de 11 milhões de carros a gasóleo em todo o mundo têm equipamento que permite alterar o desempenho dos motores em termos de emissões para a atmosfera.

As ações da Volkswagen, que já tinham perdido cerca de 35% no início da semana, caíram hoje de novo 4,32% na bolsa de Frankfurt e ficaram em 107,30 euros.

usa

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.