sicnot

Perfil

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volkswagen

Portugueses já podem saber se foram afetados pelo escândalo da Volkswagen

A SIVA, representante em Portugal das marcas Volkswagen, Audi e Skoda, anunciou hoje que os clientes da Volkswagen já podem consultar se o seu carro foi ou não afetado pelo dispositivo que falseia as emissões de gases poluentes

Markus Schreiber

Em comunicado, a SIVA refere que os "clientes da Volkswagen em Portugal já podem consultar, no 'site' da marca, informação sobre o seu veículo e ficar a saber se ele foi afetado pelo 'software' que causa discrepâncias nas emissões de óxido do azoto (NOx) durante os testes de dinamómetro".

A partir de hoje, a Volkswagen AG torna disponível a informação relativa aos veículos afetados, pelo que a SIVA aconselha os clientes a "inserir o número do chassis do veículo na plataforma criada no 'site' www.volkswagen.pt" ou a contactar a marca através dos telefone 808308989 ou pelo endereço de 'email' apoio.clientes@siva.pt.

O comunicado adianta que "os problemas reconhecidos não afetam a segurança dos veículos em causa nem representam qualquer perigo para a sua circulação".

Sobre as duas outras marcas, a Audi e a Skoda, o comunicado é omisso.

A 18 se setembro, a Agência de Proteção do Meio Ambiente dos Estados Unidos acusou a Volkswagen de falsear o desempenho dos motores em termos de emissões de gases poluentes através de um 'software' incorporado no veículo.

Dois dias depois, a Volkswagen reconheceu ter falseado os dados e anunciou que 11 milhões de veículos do grupo em todo o mundo têm equipamento que permite alterar o desempenho dos motores em termos de emissões para a atmosfera, um escândalo que levou à demissão do presidente executivo do grupo, Martin Winterkorn, substituído por Matthias Mueller.

  • Alemães protestam contra a Extrema-Direita
    0:39
  • Incêndio urbano em Coimbra deixa cinco pessoas desalojadas

    País

    Um incêndio numa habitação na cidade de Coimbra deixou este domingo cinco pessoas desalojadas, disse à agência Lusa fonte dos Bombeiros Sapadores. Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Coimbra adiantou que o fogo destruiu uma parte substancial de um edifício de três andares em frente à sede da Associação Académica de Coimbra, na rua Padre António Vieira.