sicnot

Perfil

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volkswagen

Portugueses já podem saber se foram afetados pelo escândalo da Volkswagen

A SIVA, representante em Portugal das marcas Volkswagen, Audi e Skoda, anunciou hoje que os clientes da Volkswagen já podem consultar se o seu carro foi ou não afetado pelo dispositivo que falseia as emissões de gases poluentes

Markus Schreiber

Em comunicado, a SIVA refere que os "clientes da Volkswagen em Portugal já podem consultar, no 'site' da marca, informação sobre o seu veículo e ficar a saber se ele foi afetado pelo 'software' que causa discrepâncias nas emissões de óxido do azoto (NOx) durante os testes de dinamómetro".

A partir de hoje, a Volkswagen AG torna disponível a informação relativa aos veículos afetados, pelo que a SIVA aconselha os clientes a "inserir o número do chassis do veículo na plataforma criada no 'site' www.volkswagen.pt" ou a contactar a marca através dos telefone 808308989 ou pelo endereço de 'email' apoio.clientes@siva.pt.

O comunicado adianta que "os problemas reconhecidos não afetam a segurança dos veículos em causa nem representam qualquer perigo para a sua circulação".

Sobre as duas outras marcas, a Audi e a Skoda, o comunicado é omisso.

A 18 se setembro, a Agência de Proteção do Meio Ambiente dos Estados Unidos acusou a Volkswagen de falsear o desempenho dos motores em termos de emissões de gases poluentes através de um 'software' incorporado no veículo.

Dois dias depois, a Volkswagen reconheceu ter falseado os dados e anunciou que 11 milhões de veículos do grupo em todo o mundo têm equipamento que permite alterar o desempenho dos motores em termos de emissões para a atmosfera, um escândalo que levou à demissão do presidente executivo do grupo, Martin Winterkorn, substituído por Matthias Mueller.

  • Polícia belga evita ataque em Antuérpia

    Mundo

    Foi hoje detido um homem que tentava conduzir a alta velocidade contra uma multidão numa zona comercial de Antuérpia, na Bélgica. O suspeito já foi identificado, é francês e tinha várias armas no carro.

    Em desenvolvimento

  • Neve corta estradas em Viseu
    2:04
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • As vantagens de comprar online
    8:03