sicnot

Perfil

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volkswagen

Nove em cada dez proprietários de Volkswagen no Reino Unido querem indemnização

Nove em cada dez proprietários de automóveis Volkswagen (VW) com motores 'diesel' afetados pelo escândalo da manipulação das emissões poluentes no Reino Unido consideram que devem receber uma indemnização, segundo uma sondagem revelada hoje.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Kim Kyung Hoon / Reuters

Em setembro, o grupo VW informou que no Reino Unido existem 1.189.906 veículos com motor 'diesel' EA 189 EU5, afetados pela manipulação de dados de emissão de gases poluentes.

Uma sondagem conduzida pelo grupo "Which?", dedicado à proteção do consumidor britânico, indica que 90% dos proprietários destes automóveis, fabricados entre 2008 e 2015, considera que a empresa deveria pagar uma indemnização.

A consulta, feita a um universo de cerca de 2.000 proprietários destes veículos, refere também que 96% dos entrevistados afirmaram que compraram os automóveis por razões económicas, com a questão do ambiente a figurar como outro motivo apontado, em paralelo, por 90% dos inquiridos.

Segundo o diretor da "Which?", Richard Lloyd, muitos donos de VW indicaram ter comprado o carro pela eficiência e o menor impacto para o ambiente, pelo que "é revoltante que a VW não seja clara com os seus consumidores sobre como e quando serão compensados".

A 18 de setembro foram conhecidos publicamente os resultados de testes a emissões poluentes de viaturas equipadas com motores 'diesel' do grupo Volkswagen, relativamente às marcas Volkswagen, Audi, Seat e Sköda, concluindo-se pela existência de viaturas equipadas com um dispositivo que permite a manipulação de informação relativa a emissões poluentes.

O grupo alemão admitiu a existência de 11 milhões de carros nestas circunstâncias, e em Portugal, de acordo com informação divulgada pela SIVA, representante das marcas Volkswagen, Audi e Sköda, estima-se que existam cerca de 94 mil viaturas afetadas, mais 23 mil da marca Seat, totalizando 117 mil veículos.

Lusa

  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.