sicnot

Perfil

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volkswagen

EUA dizem que escândalo da Volkswagen é maior do que inicialmente se pensava

A Agência de Proteção Ambiental dos EUA disse hoje que o escândalo da Volkswagen é maior do que inicialmente denunciado, após o fabricante ter reconhecido que falsificou todos os motores a diesel de três litros desde os modelos de 2009.

© Mike Blake / Reuters

Segundo a Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA), a nova informação foi comunicada pela empresa durante uma reunião na quinta-feira entre a Volkswagen e a agência ambiental.

Na reunião, a Volkswagen admitiu que os veículos falseados para ocultar os níveis de emissões poluentes eram todos os modelos das marcas Volkswagen e Audi equipados com motores diesel de três litros desde 2009.

A 18 de setembro foram conhecidos publicamente os resultados de testes a emissões poluentes de viaturas equipadas com motores 'diesel' do grupo Volkswagen, concluindo-se pela existência de viaturas equipadas com um dispositivo que permite a manipulação de informação relativa a emissões poluentes, tendo o grupo alemão admitido a existência em todo o mundo de 11 milhões de carros nestas circunstâncias.

Os veículos afetados em Portugal pela fraude cometida pelo grupo Volkswagen são 125.491, sendo 102.140 mil das marcas Volkswagen, Audi e Skoda e mais 23.351 da marca Seat.

O grupo Volkswagen detém em Portugal a fábrica da Autoeuropa.

Lusa

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • 950 militares cercam a Rocinha, no Rio de Janeiro
    2:36
  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04
  • Tony Carreira em Paris com sala cheia
    2:36

    Cultura

    O cantor Tony Carreira actuou ontem em Paris e teve sala cheia a aplaudir os temas que o tornaram conhecido há quase 30 anos. As recentes acusações de plágio não parecem afectar a popularidade do artista, que vai continuar em tournée. A Sic acompanhou o artista neste concerto.