sicnot

Perfil

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volkswagen

EUA dizem que escândalo da Volkswagen é maior do que inicialmente se pensava

A Agência de Proteção Ambiental dos EUA disse hoje que o escândalo da Volkswagen é maior do que inicialmente denunciado, após o fabricante ter reconhecido que falsificou todos os motores a diesel de três litros desde os modelos de 2009.

© Mike Blake / Reuters

Segundo a Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA), a nova informação foi comunicada pela empresa durante uma reunião na quinta-feira entre a Volkswagen e a agência ambiental.

Na reunião, a Volkswagen admitiu que os veículos falseados para ocultar os níveis de emissões poluentes eram todos os modelos das marcas Volkswagen e Audi equipados com motores diesel de três litros desde 2009.

A 18 de setembro foram conhecidos publicamente os resultados de testes a emissões poluentes de viaturas equipadas com motores 'diesel' do grupo Volkswagen, concluindo-se pela existência de viaturas equipadas com um dispositivo que permite a manipulação de informação relativa a emissões poluentes, tendo o grupo alemão admitido a existência em todo o mundo de 11 milhões de carros nestas circunstâncias.

Os veículos afetados em Portugal pela fraude cometida pelo grupo Volkswagen são 125.491, sendo 102.140 mil das marcas Volkswagen, Audi e Skoda e mais 23.351 da marca Seat.

O grupo Volkswagen detém em Portugal a fábrica da Autoeuropa.

Lusa

  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Costa confiante no crescimento da economia e das exportações
    1:09

    Economia

    O primeiro-ministro manifestou confiança no crescimento da economia e das exportações. À margem da cerimónia dos 25 anos da Auto Europa em Portugal, António Costa deu vários exemplos de investimento estrangeiro, feito nas últimas semanas no país, e disse que os dados económicos recentes são positivos.

  • Turista italiano assassinado em favela do Rio de Janeiro
    1:01

    Mundo

    Um turista italiano de 52 anos foi assassinado numa favela do Rio de Janeiro, no Brasil, enquanto viajava com um amigo. Após várias horas com o gangue autor do crime, o amigo que se encontrava com a vítima acabou por ser libertado.

  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47