sicnot

Perfil

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volskwagen

Escândalo Volkswagen

Volkswagen paga 4.400 euros a cada cliente lesado nos EUA

O grupo automóvel alemão Volkswagen chegou hoje a acordo com as autoridades norte-americanas para indemnizar com 4.400 euros cada cliente com veículos com filtros de emissões manipulados, informa hoje o diário alemão "Die Welt".

O grupo alemão terá que chamar às oficinas cerca de 11 milhões de carros afetados pelo escândalo das emissões fraudulentas.

O grupo alemão terá que chamar às oficinas cerca de 11 milhões de carros afetados pelo escândalo das emissões fraudulentas.

© Steve Marcus / Reuters

A Volkswagen tem de apresentar hoje perante um tribunal norte-americano as propostas concretas para retirar de circulação os veículos com motores a gasóleo adulterados se quiser evitar um julgamento este verão nos Estados Unidos, país no qual foram afetados quase 600.000 carros.

A reunião preliminar vai realizar-se hoje no Tribunal do Distrito do Norte da Califórnia, em São Francisco, pelas 08:00 locais (16:00 em Lisboa), presidida pelo juiz Charles Breyer.

A Volkswagen irá assumir os custos do reequipamento dos veículos afetados, acrescenta "Die Welt", que cita fontes financeiras.

Até agora, a Volkswagen colocou de lado cerca de 6.700 milhões de euros para fazer frente aos custos da manipulação dos programas informáticos que medem as emissões de gases, mas quer aumentar a quantia significativamente, segundo fontes conhecedoras da situação citadas pelo diário alemão.

A Volkswagen viu-se envolvida nos últimos meses num escândalo depois de o fabricante alemão admitir ter instalado em 11 milhões de carros um 'software' capaz de falsificar os valores das emissões poluentes dos motores a diesel.

A Volkswagen arrisca-se agora a pagar milhões de euros em indemnizações e multas.

Em Portugal, os veículos afetados pela fraude cometida pelo grupo Volkswagen são 125.491, segundo o relatório preliminar apresentado pelo grupo de trabalho criado pelo anterior governo de Pedro Passos Coelho.

Lusa

  • Os efeitos dos incêndios na natureza
    2:46

    País

    Cheias frequentes, erosão dos solos e contaminação dos rios e albufeiras são as previsões unânimes da comunidade científica para os próximos tempos, na sequência dos incêndios florestais. À SIC, o hidrobiólogo Adriano Bordalo Sá e o investigador de recursos florestais Rui Cortes alertam: é necessário começar a tratar da terra queimada o mais rapidamente possível.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta esta terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • O preconceito em relação aos transexuais
    34:09
  • "Isto destrói famílias"
    0:46
  • Falta de gado ameaça produção do queijo da Serra da Estrela
    3:35

    País

    A devastação provocada pelos últimos incêndios foi um rude golpe na economia da região Centro do país. Algumas empresas já começaram os trabalhos de reconstrução, mas os produtores de gado temem não conseguir repôr os animais, deixando em risco a produção do queijo Serra da Estrela.

  • Eurodeputados homenageiam vítimas dos fogos
    1:38

    País

    A União Europeia vai doar os 50 mil euros do prémio Princesa das Astúrias às populações afetadas pelos incêndios em Portugal e Espanha. A Comissão Europeia continua a avaliar o pedido ao Fundo Europeu de Solidariedade, mas o pedido deverá ainda ser atualizado para incluir os prejuízos causados pelos incêndios da semana passada.