sicnot

Perfil

Euro 2016

Euro 2016

Euro 2016

Greves e manifestações contra reforma laboral agitam França em vésperas do Euro 2016

A menos de uma semana do início do Europeu de futebol, França está a atravessar um momento de agitação social e contestação política. Nos últimos dias, aumentou a pressão dos sindicatos sobre o governo francês, com uma série de greves e manifestações contra a reforma da lei laboral.

O Presidente francês confirmou esta quinta-feira que o avião da EgyptAir que desapareceu dos radares esta madrugada, durante o voo Paris-Cairo, caiu no Mar Mediterrâneo. A bordo seguiam 15 franceses.

O Presidente francês confirmou esta quinta-feira que o avião da EgyptAir que desapareceu dos radares esta madrugada, durante o voo Paris-Cairo, caiu no Mar Mediterrâneo. A bordo seguiam 15 franceses.

Gonzalo Fuentes

Além do caos que a paragem de vários setores de atividade provocou, nomeadamente nos transportes, registaram-se ainda episódios de confronto nalguns casos.

O primeiro-ministro veio a público garantir que os pilotos da Air France se comprometeram a não fazer greve durante o campeonato. Manuel Valls disse, no entanto que o governo, não vai ceder na reforma do código do trabalho. Disse também que não vai poupar esforços na segurança durante as próximas semanas.

Haverá cerca de 100 mil efetivos em todo o país, entre polícias, agentes de empresas de segurança privada e militares.

  • Acordo de concertação social assinado por todos os parceiros

    Economia

    Está assinado o acordo da Concertação Social que estipula a descida da TSU para as empresas como contrapartida do aumento do salário mínimo. Ao contrário do que é habitual, o momento não foi assinalado na sede do Conselho Económico e Social (CES), mas as assinaturas foram divulgadas no Twitter.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.