sicnot

Perfil

Euro 2016

Euro 2016

Euro 2016

UEFA abre procedimento disciplinar por confrontos em Marselha

A UEFA vai abrir um procedimento disciplinar asobre os confrontos entre adeptos ocorridos em Marselha, antes do embate de hoje entre Inglaterra e Rússia, para o Grupo B do Campeonato da Europa de futebol de 2016.

© Jean-Paul Pelissier / Reuters

Segundo a agência noticiosa britânica PA, citada pela francesa AFP, o organismo que rege o futebol europeu conta instaurar rapidamente um inquérito, deixando antever que a Rússia pode enfrentar sanções severas devido ao comportamento dos seus adeptos.

Depois de três dias de violência na zona do porto velho de Marselha, os incidentes alastraram-se às imediações do estádio Velodrome, palco do jogo entre ingleses e russos, que terminou empatado 1-1.

A UEFA já tinha condenado veementemente os episódios de violência e esclarecido que só poderia atuar no perímetro dos recintos do Euro2016.

Durante a tarde de hoje, os tumultos na zona do porto velho provocaram 19 feridos, entre os quais um inglês em estado grave, enquanto já perto do estádio a polícia recorreu a gás lacrimogéneo e a um canhão de água para dispersar os adeptos.

O adepto inglês ficou entre a vida e a morte, depois de ter sido agredido, cerca das 17:30 locais, "com barras de ferro, aparentemente na cabeça", indicou uma fonte policial.

"As equipas de socorro tentaram reanimá-lo no local, antes de ser transferido para um hospital, acrescentou. O prognóstico vital está comprometido", afirmou o prefeito da polícia de Bouches-du-Rhône Laurent Nunez, reconhecendo que as altercações envolviam "adeptos ingleses, russos e franceses".

Incidentes semelhantes tinham já sido registados na quinta e sexta-feira, em Marselha, mas entre menos adeptos e sem causar feridos graves.

O ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, condenou esta noite "o comportamento irresponsável e deliberado de pseudo-adeptos", na sequência dos "incidentes inaceitáveis" em Marselha.

Lusa

  • "Este é o elefante na sala sobre a saúde!"
    1:43

    País

    Catarina Martins acusa o Governo de estar alinhado com a direita na promoção de negócios privados na área da saúde. O Bloco de Esquerda quer uma nova lei de bases aprovada até ao final da legislatura e arrancou ontem com um ciclo nacional de sessões públicas para defender o Serviço Nacional de Saúde.

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • "No meu bairro perguntam-me se a medalha é de ouro e dizem que ma vão roubar e vender"
    4:46
  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05