sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas

Cancelados todos os voos Lisboa-Bruxelas e Bruxelas-Lisboa

Todos os voos Lisboa-Bruxelas e Bruxelas-Lisboa foram hoje cancelados na sequência das explosões registadas no aeroporto e no metro da capital belga, que causaram vários mortos e feridos, adiantou à Lusa uma fonte da ANA.

© Francois Lenoir / Reuters

"Temos seis voos cancelados de Lisboa para Bruxelas e cinco de Bruxelas para Lisboa, uma vez que o voo da TAP que fazia Bruxelas-Lisboa tinha partido antes das explosões e chegou bem à Portela", disse à agência Lusa o porta-voz da ANA- Aeroportos de Portugal.

Entretanto, o porta-voz da transportadora aérea portuguesa adiantou à Lusa que arrancou às 09:45 um voo de Lisboa com destino ao Luxemburgo, sendo os passageiros depois transportados via terrestre, por autorcarro, para a capital belga.

Este voo da TAP deveria ter arrancado do aeroporto da Portela, em Lisboa, para Bruxelas às 07:00 de hoje.

António Monteiro disse ainda à Lusa que os passageiros da TAP podem optar por seguir para outros países, para depois chegar a Bruxelas, ou então adiar o voo para outro dia.

O responsável adiantou ainda à Lusa que os trabalhadores da TAP no aeroporto de Bruxelas encontram-se bem.

Também uma fonte da secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas disse hoje à Lusa ter a indicação, através a embaixada portuguesa em Bruxelas, de que um trabalhador da TAP que estava ao balcão da transportadora no aeroporto belga na altura das explosões se encontra bem.

A secretaria de Estado das Comunidades já acionou meios junto da embaixada portuguesa em Bruxelas para acompanhar a situação no aeroporto da capital belga, onde ocorreram duas explosões que causaram um morto e vários feridos.

A mesma fonte disse à Lusa que a embaixada está em contacto com as autoridades belgas para acompanhar a situação e apurar, quando for possível, se existem portugueses entre as vítimas.

Lusa

  • Fãs de Bruno Mars passaram a noite ao relento
    2:35
  • Comandante da Proteção Civil confiante nos meios de combate aos incêndios
    1:56

    País

    Depois das falhas apontadas ao sistema de comunicações SIRESP durante os incêndios do ano passado, o cComandante operacional da Proteção Civil diz que não há meios de comunicação infalíveis. Duarte Costa acredita que este verão será mais calmo do que anterior e contabiliza já mais de 2000 incêndios desde maio que não foram notícia.