sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas

Parlamento português faz 1 minuto de silêncio pelas vítimas de Bruxelas

Parlamento português faz 1 minuto de silêncio pelas vítimas de Bruxelas

A Assembleia da República aprovou hoje por unanimidade um voto de condenação e pesar pelos atentados terroristas de Bruxelas. Com a presença do embaixador belga, o presidente da Assembleia da República anunciou que a bandeira do Parlamento estará a meia haste.

"Estes ataques não farão imperar o medo ou o preconceito, nem esmorecer a coragem no combate ao terrorismo e às suas causas, um esforço persistente que envolve múltiplas dimensões", lê-se no voto subscrito por todas as bancadas parlamentares, que no final da sua leitura fizeram um minuto de silêncio.

O presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, anunciou que a bandeira do parlamento estará a meia haste.

Fazendo referência ao "verdadeiro cenário de terror" com que esta manhã todos acordaram perante os ataques terroristas no aeroporto e numa estação de metro de Bruxelas, os deputados portugueses dirigiram palavras de solidariedade às famílias das vítimas, bem como ao povo belga.

"Uma palavra de conforto neste momento difícil para todos os cidadãos belgas, portugueses e de outras nacionalidades, que residem em Bruxelas", lê-se no voto que foi lido na presença do embaixador belga em Portugal, que assistiu nas galerias às intervenções que os partidos e o Governo fizeram a propósito dos atentados na abertura na sessão plenária.

Sublinhando que Bruxelas é sede das instituições europeias e ponto de encontro de povos, ideias e projetos que para ali convergem, os deputados portugueses recordam que os ataques de hoje surgem na sequência da captura de um dos responsáveis pelos atentados de Paris.

Contudo, acrescentam, "dure o que durar este combate, o que importa é que as sociedades abertas nunca se deixem fechar e se mantenham sempre fiéis aos valores do Estado democrático de direito".

"A Assembleia da República, reunida em sessão plenária, expressa assim a sua mais veemente condenação dos atentados terroristas de Bruxelas e o seu mais profundo pesar pelas vítimas", é ainda referido no voto de condenação e pesar.

Pelo menos 34 pessoas morreram e perto de duas centenas ficaram feridas nas três explosões registadas hoje em Bruxelas - duas no aeroporto internacional de Zaventem e uma na estação de metro de Maalbeek, junto às instituições europeias, no centro da capital belga.

O nível de alerta terrorista na Bélgica foi elevado para quatro, o máximo da escala.

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lajes
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes. Os passageiros desembarcaram, como registou no Twitter um jornalista da Al-Jazzera que seguia a bordo. Segundo este depoimento, uma pessoa foi levada para o hospital com problemas cardíacos.

  • Óscar do turismo para empresa que gere património de Sintra
    1:51

    Cultura

    A Parques de Sintra ganhou, pelo quarto ano consecutivo, os World Travel Awards na categoria de "Melhor Empresa de Conservação do Mundo". A empresa portuguesa, que gere monumentos, parques e jardins situados na zona da Paisagem Cultural de Sintra e em Queluz, voltou a ser a única nomeada europeia na categoria, e foi a vencedora entre candidatos de todo o mundo.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.