sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas

Paços do Concelho de Lisboa iluminados com as cores da Bélgica

Os Paços do Concelho de Lisboa vão ser hoje iluminados a preto, amarelo e vermelho, as cores da bandeira da Bélgica, como forma de homenagem às vítimas dos ataques que aconteceram hoje em Bruxelas, informou fonte municipal.

ANT\303\223NIO COTRIM

"Os Paços do Concelho vão ser iluminados às 21:00 com as cores da bandeira da Bélgica", afirmou fonte oficial do município à agência Lusa.

A mesma fonte indicou ainda que marcarão presença nesta "singela homenagem" o embaixador da Bélgica em Portugal, Boudewijn Dereymaerker, e o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, assim como os restantes vereadores. Será também cumprido um minuto de silêncio, em solidariedade para com as vítimas.

Pelo menos 34 pessoas morreram e perto de duas centenas ficaram feridas nas três explosões registadas hoje em Bruxelas - duas no aeroporto internacional de Zaventem e uma na estação de metro de Maelbeek, junto às instituições europeias, no centro da capital belga.

As três explosões foram qualificadas pelas autoridades belgas como atentados terroristas e foram reivindicadas entretanto pelo grupo extremista Estado Islâmico.

O nível de alerta terrorista na Bélgica foi elevado para quatro, o máximo da escala.

Lusa

  • Passageiros em fuga ajudados pelos moradores de Zaventem
    0:57

    Atentados em Bruxelas

    Doze horas depois dos atentados, Zaventem é ainda um aeroporto-fantasma. As explosões desta manhã provocaram a fuga imediata de milhares de pessoas, algumas delas ajudadas pela população local. A segurança obrigou depois outras centenas de passageiros a sair dos aviões que se preparavam para descolar de Bruxelas.

  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC