sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas

Papa Francisco condena atos de violência em Bruxelas

Papa Francisco condena atos de violência em Bruxelas

O Papa Francisco condenou o horror em Bruxelas e rezou pelas vítimas e pelos familiares. Milhares de pessoas cumpriram um minuto de silêncio na Praça de São Pedro.

  • Pouco aparato policial em fronteiras portuguesas
    1:46

    País

    Depois dos atentados em Bruxelas que mataram 31 pessoas, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras português elevou os níveis de segurança. Contudo, isto não significou o aumento do policiamento nas fronteiras portuguesas. Na fronteira do Guadiana, por exemplo, só é visível a fiscalização da concessionária da A22 devido às portagens. Em Vilar Formoso também não há aparato policial.

  • João Mário e Vieirinha lamentam acontecimentos em Bruxelas
    1:18

    Desporto

    João Mário e Vieirinha expressaram tristeza pelos acontecimentos em Bruxelas, ainda antes de saber do cancelamento do jogo particular Bélgica-Portugal, previsto para terça-feira à noite no Estádio Rei Balduíno, na capital belga. O encontro entre as duas seleções, de preparação para o Euro2016, foi depois remarcado para o Estádio Municipal de Leiria.

  • Relato de português ferido nos ataques de Bruxelas
    0:58

    Atentados em Bruxelas

    André Pinto viajava de metro para ir para o emprego quando ficou ferido na explosão que aconteceu ontem na estação de metro de Maelbeck. O condutor de autocarros de 28 anos está internado num hospital em Bruxelas, onde foi entrevistado pelo jornal Expresso. André Pinto é um dos 21 portugueses que ficaram feridos nos atentados na capital belga, que mataram mais de 30 pessoas.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.