sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas

Atentados em Bruxelas

Atentados em Bruxelas

Mulher em choque na imagem que correu mundo é hospedeira de bordo

Uma companhia aérea indiana confirmou que a mulher em estado de choque fotografada, logo após os ataques no Aeroporto de Zaventem, é hospedeira de bordo. A fotografia foi amplamente divulgada e tornou-se numa das imagens que melhor mostra o medo e o sofrimento das vítimas em Bruxelas.

Ketevan Kardava / AP

Nidhi Chaphekar, de 40 anos, mãe de dois filhos, preparava-se para embarcar num voo para os Estados Unidos quando foi apanhada pela dupla explosão no terminal em que se encontrava.

A fotografia foi captada por Ketevan Kardava, repórter freelancer a trabalhar em Bruxelas, e divulgada pela agências internacionais, mas a Internet encarregou-se de tornar a imagem viral através da hashtag #PrayForNidhi.

Outra mulher aparece na fotografia ao lado de Nidhi Chaphekar, mas ao contrário da hospedeira de bordo que surge aterrorizada e coberta de sangue, parece encontrar algum alívio com quem fala ao telemóvel.

Os familiares de Nidhi Chaphekar, natural de Mumbai, procuravam desesperadamente informações quando a identificaram na imagem que começou a circular na Internet.

"Nós estávamos à procura de informação nos media online sobre as explosões em Bruxelas quando vimos a foto. A nossa primeira reação foi: está viva, graças a Deus que está viva!", disse um cunhado de Nidhi Chaphekar em entrevista à Associated Press.

Pelo menos 31 pessoas morreram nas duas explosões no Aeroporto de Zaventem e na estação de metropolitano de Maelbeek, em pleno centro da capital belga. O número de feridos foi revisto na quarta-feira para 300. Os atentados foram reivindicados pelo Daesh.

  • Bélgica é considerada o epicentro do radicalismo na Europa
    3:11

    Atentados em Bruxelas

    São vários os ataques de radicais com alguma ligação à Bélgica. Os atentados de Bruxelas, tal como os de Paris, vieram confirmar que o país é um problema no que toca a células jihadistas. O primeiro manual da Jihad na Europa, foi descoberto há 20 anos na Bélgica. Hoje o país é o maior fornecedor europeu per capita de combatentes para o autoproclamado Estado Islâmico, sendo assim considerado o epicentro do radicalismo na Europa.

  • Oceanário de Lisboa dá formação sobre impacto da acumulação de plásticos nos oceanos
    2:37
  • Trump e Netanyahu discutiram "ameaças que o Irão coloca"

    Mundo

    O novo Presidente norte-americano, Donald Trump, e o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, debateram "as ameaças que o Irão coloca" e concordaram que a paz israelo-palestiniana só pode ser "negociada diretamente", anunciou este domingo a Casa Branca.