sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas

Mulher em choque na imagem que correu mundo é hospedeira de bordo

Uma companhia aérea indiana confirmou que a mulher em estado de choque fotografada, logo após os ataques no Aeroporto de Zaventem, é hospedeira de bordo. A fotografia foi amplamente divulgada e tornou-se numa das imagens que melhor mostra o medo e o sofrimento das vítimas em Bruxelas.

Ketevan Kardava / AP

Nidhi Chaphekar, de 40 anos, mãe de dois filhos, preparava-se para embarcar num voo para os Estados Unidos quando foi apanhada pela dupla explosão no terminal em que se encontrava.

A fotografia foi captada por Ketevan Kardava, repórter freelancer a trabalhar em Bruxelas, e divulgada pela agências internacionais, mas a Internet encarregou-se de tornar a imagem viral através da hashtag #PrayForNidhi.

Outra mulher aparece na fotografia ao lado de Nidhi Chaphekar, mas ao contrário da hospedeira de bordo que surge aterrorizada e coberta de sangue, parece encontrar algum alívio com quem fala ao telemóvel.

Os familiares de Nidhi Chaphekar, natural de Mumbai, procuravam desesperadamente informações quando a identificaram na imagem que começou a circular na Internet.

"Nós estávamos à procura de informação nos media online sobre as explosões em Bruxelas quando vimos a foto. A nossa primeira reação foi: está viva, graças a Deus que está viva!", disse um cunhado de Nidhi Chaphekar em entrevista à Associated Press.

Pelo menos 31 pessoas morreram nas duas explosões no Aeroporto de Zaventem e na estação de metropolitano de Maelbeek, em pleno centro da capital belga. O número de feridos foi revisto na quarta-feira para 300. Os atentados foram reivindicados pelo Daesh.

  • Bélgica é considerada o epicentro do radicalismo na Europa
    3:11

    Atentados em Bruxelas

    São vários os ataques de radicais com alguma ligação à Bélgica. Os atentados de Bruxelas, tal como os de Paris, vieram confirmar que o país é um problema no que toca a células jihadistas. O primeiro manual da Jihad na Europa, foi descoberto há 20 anos na Bélgica. Hoje o país é o maior fornecedor europeu per capita de combatentes para o autoproclamado Estado Islâmico, sendo assim considerado o epicentro do radicalismo na Europa.

  • "Cada drama, cada problema, cada testemunho, impressiona muito"
    1:55
  • Clínica veterinária em Tondela recebeu dezenas de animais feridos nos fogos
    2:57

    País

    Tondela foi um dos municípios mais atingidos pelo incêndio, deixando dezenas de animais feridos e perdidos no concelho. Várias clínicas veterinárias são agora um porto de abrigo e, em alguns casos, um ponto de encontro. Muitos dos animais chegaram recolhidos por voluntários e a maior parte dos casos são animais que, no momento de aflição, foram soltos pelos donos e salvos pelo instituto de sobrevivência.

  • Temperaturas sobem até ao final do mês
    1:09

    País

    O tempo não dá tréguas e, até ao final do mês, as temperaturas vão atingir valores acima do normal para esta época do ano. As temperaturas máximas vão subir entre os 25 e os 32 graus. O risco de incêndio aumenta a partir desta segunda-feira em todo o país e os meios aéreos, viaturas, operacionais e equipas de patrulha vão ser reforçados.

  • Maioria das praias do Algarve já não tem nadador-salvador
    2:19

    País

    A lei não obrigada os concessionários a garantir o serviço e, por isso, a esmagadora maioria das praias do Algarve está sem vigilância desde 30 de setembro. Ainda assim, os areais vão atraindo milhares de banhistas com as temperaturas altas que ainda se fazem sentir. Um nadador-salvador recomenda os banhistas a não nadar e, em dias de ondulação, evitar caminhadas à beira-mar.

  • Parlamento catalão vai responder à ativação do artigo 155
    1:54
  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC

  • Quando o cão de Macron fez chichi no gabinete do Presidente francês
    0:31