sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas

Atentados em Bruxelas

Atentados em Bruxelas

Terrorista belga identificado como carcereiro de antigos reféns franceses na Síria

O belga Najim Laachraoui, um dos extremistas que se fez explodir no aeroporto de Bruxelas no dia 22 de março, foi identificado por antigos reféns franceses do grupo Estado Islâmico (EI), na Síria, como um dos carcereiros.

BELGIAN FEDERAL POLICE / HANDOUT

Fontes próximas da investigação afirmaram que o principal carcereiro de quatro jornalistas franceses, reféns em 2013 e 2014, era apelidado de Abu Idriss, segundo a agência France Presse.

Um dos jornalistas feitos reféns, Nicolas Hénin, "identificou formalmente" Abu Idriss como sendo, na realidade, Najim Laachraoui confirmou a sua advogada, Marie-Laure Ingouf depois de terem sido divulgadas informações por dois jornais franceses.

Os antigos reféns do EI, guardados em cativeiro durante mais de dez meses e libertados em 2014, já tinham identificado os franceses Mehdi Nemmouche e Salim Benghalem como sendo outros dois dos seus carcereiros. O primeiro é acusado de ter matado 4 pessoas numa instituição judia, em maio de 2014, o outro é dito próximo dos autores dos atentados de janeiro de 2015 de Paris.

Na passada quarta-feira, o canal televisivo belga VTM revelou igualmente que Laachraoui já tinha trabalhado no aeroporto de Bruxelas como funcionário temporário até finais de 2012, meses antes de partir para as fileiras do EI, sendo que a Procuradoria-Geral belga assegura que Laachraoui terá chegado à Síria em fevereiro de 2013.

O canal VTM revelou ainda que foi descoberta uma sala de orações clandestina no aeroporto de Zaventem, no qual aconteceu o ataque suicida. A sala em questão foi encontrada um pouco antes dos ataques do 22 de março, "nas caves" do aeroporto, na qual os "funcionários radicalizados se encontravam para rezar em segredo".

"Pelo menos 50 funcionários" aparentemente radicalizados, dispondo de um cartão de acesso ao aeroporto foram listados como utilizadores da sala, que terá sido fechada pelos responsáveis das instalações.

Acerca das revelações feitas pelo VTM, o ministro do interior belga Jan Jambon, citado pela agência EFE defendeu "não se poder retirar conclusões rápido demais" acrescentando que é preciso ver Laachraoui "no contexto de um processo de radicalização, que pode ser muito curto".

Lusa

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Votações sobre o mapa judiciário geram tensão no Parlamento
    2:01

    País

    O momento das votações no Parlamento ficou marcado por alguma tensão. Depois de aprovadas, em comissão, as alterações ao mapa judiciário, o PSD opôs-se a que o diploma fosse votado em plenário, uma vez que não fazia parte da versão inicial do guião de votações. A esquerda acusou os sociais-democratas de terem motivações estritamente políticas e não regimentais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.