sicnot

Perfil

Corrupção na FIFA

Blatter proibido de deixar a Suíça

Blatter proibido de deixar a Suíça

Joseph Blatter está proibido de deixar a Suíça. O presidente da FIFA não pode sair do país enquanto não for ouvido pelas autoridades, no âmbito da investigação que já levou à detenção de dirigentes da instituição que gere o futebol mundial. Esta quinta-feira, na abertura do congresso em que se recandidata à presidência, Blatter fez saber que não se demite.

  • Blatter diz que é preciso restabelecer a confiança na FIFA
    1:49

    Desporto

    Joseph Blatter não se demite e continua na corrida às eleições de amanhã para a presidência da FIFA. O candidato ao quinto mandato na liderança do orgão máximo do futebol diz que as notícias sobre corrupção são uma vergonha e humilhação para o futebol. Na abertura do congresso da FIFA, Blatter disse que é preciso restabelecer a confiança que foi perdida.

  • Romário defende a prisão de Joseph Blatter
    0:35

    Corrupção na FIFA

    José Maria Marín, ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol, foi um dos detidos no escândalo de corrupção que abala a FIFA. A Confederação já retirou o nome do antigo líder da fachada da sede no Rio de Janeiro. Romário é um dos maiores críticos de Marín. O agora senador e antiga estrela do futebol brasileiro elogia a atuação das autoridades suíças e defende a prisão de Joseph Blatter.

  • Não houve negligência médica no caso do jovem em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19