sicnot

Perfil

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Romário considera "vergonhoso" apoio de Pelé a Blatter

Romário de Souza Farías, lenda do futebol brasileiro e atualmente senador, classificou esta terça-feira de "vergonhoso" o apoio de Pelé ao presidente da FIFA, Joseph Blatter, manifestado em pleno escândalo de corrupção no organismo.

"Pelé calado é um poeta", disse Romário, em declarações tornadas públicas no portal UOL, recuperando uma frase que ele mesmo utilizou há anos, em polémica com Pelé. "Lamentavelmente, essa frase tem de ser repetida. Ele não pode estar de acordo com o quinto mandato de Blatter, quando mais que nunca se demonstra que a FIFA é corrupta". (Arquivo)

"Pelé calado é um poeta", disse Romário, em declarações tornadas públicas no portal UOL, recuperando uma frase que ele mesmo utilizou há anos, em polémica com Pelé. "Lamentavelmente, essa frase tem de ser repetida. Ele não pode estar de acordo com o quinto mandato de Blatter, quando mais que nunca se demonstra que a FIFA é corrupta". (Arquivo)

Victor R. Caivano / AP

"Pelé calado é um poeta", disse Romário, em declarações tornadas públicas no portal UOL, recuperando uma frase que ele mesmo utilizou há anos, em polémica com Pelé. "Lamentavelmente, essa frase tem de ser repetida. Ele não pode estar de acordo com o quinto mandato de Blatter, quando mais que nunca se demonstra que a FIFA é corrupta".

A reeleição de Blatter, dois dias depois de sete dirigentes da FIFA terem sido detidos no âmbito de uma investigação de corrupção, foi considerado por Pelé como vantajosa, por "ser melhor ter gente com experiência" para enfrentar a crise. 

Romário adverte que "a investigação ainda não acabou e muitas coisas se podem passar", incluindo a detenção do próprio Blatter. 

Entretanto, Romário pediu ao Senado do Brasil uma investigação parlamentar sobre os negócios do futebol no Brasil, nomeadamente atendendo à implicação no processo de José Maria Marín, antigo presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

A investigação deverá abarcar não só a Taça e o Campeonato do Brasil mas também Taça das Confederações de 2013 e o Mundial de 2014, que tiveram por palco o Brasil.
Lusa
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Itália tenta colocar migrações na agenda do G7 contra vontade dos EUA
    1:45
  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.