sicnot

Perfil

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Dois suspeitos de corrupção no caso FIFA entregam-se à justiça argentina

Dois empresários argentinos procurados pela justiça norte-americana por envolvimento no escândalo de corrupção que abala a FIFA entregaram-se às autoridades, anunciou hoje fonte judicial argentina.

© Christian Hartmann / Reuters

Hugo Jinkins e o seu filho Mariano, proprietários de uma empresa de marketing desportivo especializada em comercialização de direitos televisivos, são suspeitos de subornos a dirigentes do futebol.

Segundo fonte do ministério da justiça da Argentina, citada pela agência AFP, os dois empresários apresentaram-se hoje a um juiz federal.

Na terça-feira, outro proprietário de uma empresa de comercialização de direitos televisivos, o também argentino Alejandro Buszaco, entregou-se às autoridades italianas.

A 27 de maio, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos indiciou nove dirigentes ou ex-dirigentes e cinco parceiros da FIFA, acusando-os de associação criminosa e corrupção nos últimos 24 anos, num caso em que estarão em causa subornos no valor de 151 milhões de dólares (quase 140 milhões de euros).

Dois dias depois, Joseph Blatter foi reeleito para um quinto mandato à frente do organismo, mas acabou por se demitir, na sequência do escândalo de corrupção que atingiu o organismo que rege o futebol mundial.

Lusa
  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • "Precisamos de uma melhor zona Euro"
    0:30