sicnot

Perfil

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Secretário-geral da FIFA diz que não se sente responsável pela alegada corrupção

O secretário-geral da FIFA, Jerome Valcke, afirmou esta sexta-feira que não se sente responsável pela situação que atravessa o organismo que tutela o futebol mundial, envolto num escândalo de alegada corrupção.

"Não penso que seja responsável, faço parte da direção e estou muito orgulhoso do que a FIFA tem feito nos últimos anos", disse Jerome Valcke.

"Não penso que seja responsável, faço parte da direção e estou muito orgulhoso do que a FIFA tem feito nos últimos anos", disse Jerome Valcke.

Dmitry Lovetsky / AP

"Não penso que seja responsável, faço parte da direção e estou muito orgulhoso do que a FIFA tem feito nos últimos anos", disse Jerome Valcke durante a conferência de imprensa de antevisão do sorteio de sábado para as qualificações para o Mundial2018, na Rússia.

Jerome Valcke acrescentou que deixará o cargo após a eleição do próximo presidente da FIFA, que tem o ato eleitoral marcado para 26 de fevereiro de 2016, defendendo que, se fosse ele o eleito, também escolheria um novo secretário-geral.

Questionado sobre o seu futuro, e evitando responder a questões incómodas, Jerome Valcke acrescentou que agora terá a oportunidade, após a saída da FIFA, de ter uma vida privada.

Quanto à preparação em curso para o Mundial2018, o secretário-geral da FIFA considerou a organização russa, comparativamente à do Brasil, como um "comboio de alta velocidade".

"Com o Brasil foi mais apertado, havia mais problemas no momento de preparação, houve até preocupações nos últimos dias antes dos jogos, mas no final, o Mundial foi um sucesso", referiu.

O secretário-geral da FIFA considerou que os preparativos na Rússia, salvo raras exceções, como um ligeiro atraso na construção de um estádio, são "relaxantes e permitem considerar o futuro com calma".

Lusa

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    1:41
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.

  • A SIC visitou os bastidores do Santuário de Fátima
    7:43
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52