sicnot

Perfil

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Secretário-geral da FIFA diz que não se sente responsável pela alegada corrupção

O secretário-geral da FIFA, Jerome Valcke, afirmou esta sexta-feira que não se sente responsável pela situação que atravessa o organismo que tutela o futebol mundial, envolto num escândalo de alegada corrupção.

"Não penso que seja responsável, faço parte da direção e estou muito orgulhoso do que a FIFA tem feito nos últimos anos", disse Jerome Valcke.

"Não penso que seja responsável, faço parte da direção e estou muito orgulhoso do que a FIFA tem feito nos últimos anos", disse Jerome Valcke.

Dmitry Lovetsky / AP

"Não penso que seja responsável, faço parte da direção e estou muito orgulhoso do que a FIFA tem feito nos últimos anos", disse Jerome Valcke durante a conferência de imprensa de antevisão do sorteio de sábado para as qualificações para o Mundial2018, na Rússia.

Jerome Valcke acrescentou que deixará o cargo após a eleição do próximo presidente da FIFA, que tem o ato eleitoral marcado para 26 de fevereiro de 2016, defendendo que, se fosse ele o eleito, também escolheria um novo secretário-geral.

Questionado sobre o seu futuro, e evitando responder a questões incómodas, Jerome Valcke acrescentou que agora terá a oportunidade, após a saída da FIFA, de ter uma vida privada.

Quanto à preparação em curso para o Mundial2018, o secretário-geral da FIFA considerou a organização russa, comparativamente à do Brasil, como um "comboio de alta velocidade".

"Com o Brasil foi mais apertado, havia mais problemas no momento de preparação, houve até preocupações nos últimos dias antes dos jogos, mas no final, o Mundial foi um sucesso", referiu.

O secretário-geral da FIFA considerou que os preparativos na Rússia, salvo raras exceções, como um ligeiro atraso na construção de um estádio, são "relaxantes e permitem considerar o futuro com calma".

Lusa

  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser "derrotada como todos os outros"

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • António Guterres, "o governante mais amado desde sempre em democracia"
    2:27

    País

    António Guterres foi distinguido com o grau de honoris causa pela Universidade de Lisboa. A cerimónia decorreu esta manhã e contou com a presença do Presidente da República e do primeiro-ministro. Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou que Guterres foi o governante mais amado da democracia portuguesa.